A Rádio

Saiba uma pouco mais sobre nossa história.
Escolha uma das rádios abaixo

É uma das primeiras Frequência Modular do Brasil. Foi fundada em 1976, mas implantada em Ibitinga em 1976, quando muitos aparelhos de rádio ainda não tinham FM. No Estado de São Paulo a Ternura FM é a oitava emissora mais antiga.

Começou em classe C com apenas 250 watts, mas como havia na época poucas emissoras, essa potência cobria mais de 100 cidades ao redor de Ibitinga.

Hoje a Ternura FM é das raras emissoras CLASSE A-2, opera na frequência de 99,3 mghz e tem uma potência de 30 mil watts numa torre autoportante de 100 metros de altura (uma das mais belas torres do estado) com 6 elementos na antena e mais de 2 transmissores reservas localizados no Edifício Cidade do Rádio, onde encontram-se os estúdios do Complexo Cento Paulista de Rádio.

Seu sinal chega às divisas de Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul.

A Rádio Ibitinga-AM fundada em 1949 com freqüência em ZYK 592, operando na sintonia de 1110 khz em Amplitude Modulada (AM) atualmente transmite pelas ondas do rádio 6 mil watts de potência. Considerada uma das emissoras mais potentes do interior paulista, cobrindo o grande centro do Estado de São Paulo.

Foi a empresa precursora do Complexo Centro Paulista de Rádio e hoje com mais de 60 anos de existência é uma empresa que não parou no tempo. Voltada ao jornalismo, informação e esportes, esta emissora que até chegar as mãos do diretor Roque de Rosa era falida, pobre, sem recursos humanos e materiais e completamente sem credibilidade. Com a chegada de Roque de Rosa ao comando em 1964, as coisas foram mudando, lentamente, a clientela começou a voltar com o aumento da audiência, devido a nova programação montada na época. Programas de auditório voltaram a acontecer e o público lotava as dependências da rádio para assistir os mais diversos programas. Novos profissionais chegaram e com a volta dos clientes, o faturamento aumentou e os investimentos vieram.

Hoje, a Rádio Ibitinga tem parte de sua programação voltada para a grade esportiva e de noticias. Conta com os melhores profissionais em jornalismo do radio brasileiro, assim como a melhor equipe esportiva. Dentre os programas de destaque da emissora, o "MOMENTO DE FÉ" com o Padre Marcelo Rossi, líder de audiência no horário superando inclusive a audiência da FM.

As 07:20 horas, há mais de 40 anos no ar, entra o GRANDE MATUTINO R.I., um programa jornalístico, comprovadamente a maior audiência da região. Este jornal, cujo âncora é Roque de Rosa, inclui notíciais locais, regionais, nacionais e internacionais, além de entrevista e as noticiais policiais. Este é o segundo jornal falado mais antigo do Rádio Brasileiro. O primeiro também leva o mesmo nome e está até hoje no ar na Rádio Clube de Oswaldo Cruz, também fundado por Roque de Rosa.

A Rádio Ibitinga hoje, talvez seja a emissora de AM mais moderna e completa do Brasil. Com transmissor digital e torre com radiais aéreos, está pronta para receber o sistema digital que será implantado no Brasil.

Sua tradição aliada a modernidade fazem da Rádio Ibitinga AM um símbolo da cidade e um nome de referência nacional.

A Rádio Meteorologia foi fundada em 1985 e com suas instalações também no prédio do Complexo Centro Paulista de Rádio foi fundada com o objetivo único de levar aos agricultores da época a previsão do tempo, cujas informações ao contrário de hoje eram bem raras. Poucos veículos de comunicação falavam sobre previsão do tempo.

Operando em 62 metros, esta rádio tem alcance mundial e o mais interessante é receber as cartas de ouvintes dos lugares mais imagináveis, como por exemplo, Japão, Estados Unidos, Noruega, Suécia, Argentina, Africa do Sul. No Brasil, pode-se sintonizá-la em qualquer localidade do país.

Quando da sua montagem toda uma infra-estrutura sobre meteorologia foi adquirida e convênios com Cepagri da Unicamp, Unesp de Bauru, entre outros forneciam dados meteorológicos para que pudéssemos montar a previsão do tempo.

Esta emissora pelo seu objeto chamou a atenção no meio de comunicação. Alguns anos mais tarde CBN e Rádio Globo começaram a comprar os nossos serviços como meio de informar os seus ouvintes, não apenas os agricultores, mas então os moradores de grandes centros, como São Paulo, por exemplo, com respeito a possibilidade de chuvas fortes e inundações na grande cidade. A Rádio Meteorologia assume então outra função, não só de informar o agricultor sobre a melhor época de seu plantio, mas também de informar os moradores sobre possíveis catástrofes naturais.

Hoje ela atua em cadeia com a Rádio Ibitinga AM, sem deixar de lado a sua característica de informar o ouvinte, de hora em hora, a previsão do tempo.