Claudio Freitas

Claudio Freitas


Perpetua se ...


Diga me uma palavra, 
e que seja , uma qualquer.
Minha saudade assim, aplaca,
fazendo de mim, o que bem quiser,

 

Reescreve aquela poesia,
feita , em nossa noite, de verão 
A mesma que se tornou dia, 
quando iluminastes meu coração

 

Fale , para que eu possa ouvir, 
mesmo que sussurrando 
Toque me para que possa te sentir,
alem dos sonhos, que estou sonhando

 

Me queima novamente, 
no seu suave fogo 
O amor , torna se naturalmente
parte do nosso corpo

 

Enlouquece , e reescreve, 
cada segundo da memoria, 
Se tatua , na minha pele, 
e perpetua se na minha historia,

 

Claudio Freitas

Últimas colunas

Claudio Freitas

Claudio Freitas

ELA É VOCE . . . .

ELA É VOCE . . . .
Pedro Cardoso da Costa

Pedro Cardoso da Costa

Um mandato literalmente perdido

Um mandato literalmente perdido
Marcos Moreno

Marcos Moreno

A revolta do consumidor

A revolta do consumidor
Pastora Raquel Quaresma

Pastora Raquel Quaresma

Deus cura você

Deus cura você
Pedro Cardoso da Costa

Pedro Cardoso da Costa

Abraço de afogados

Abraço de afogados
Câmara Municipal de Ibitinga