Busca por livros cai 70% em bibliotecas

Por outro lado, os chamados telecentros - espécie de cyber café municipal no mesmo espaço das bibliotecas - estavam sempre lotados



© iStock

A consulta aos livros nas bibliotecas paulistanas caiu 70% entre 2007 e 2016, passando de 2,3 milhões para 733 mil, conforme dados obtidos em relatórios do Sistema Municipal de Bibliotecas e tabulados pelo Estado. A administração municipal fez modificações no horário de funcionamento dos equipamentos e espera, com isso, ampliar o público em até 50% (mais informações nesta página).

A reportagem visitou seis bibliotecas municipais em diferentes pontos da cidade e encontrou em todas o mesmo cenário de falta de público. Por outro lado, os chamados telecentros - espécie de cyber café municipal no mesmo espaço das bibliotecas - estavam sempre lotados.

A Biblioteca Infantil Clarice Lispector, na Lapa, zona oeste da cidade, teve queda de 54% no número de consultas no período avaliado. O total de consultas despencou de 35,4 mil, em 2007, para 16,3 mil, no ano passado. Durante a visita da reportagem, por volta das 11 horas de uma quinta-feira, havia somente dois visitantes.

O estudante Lucas Oliveira, de 17 anos, acompanhava a irmã Marina, de 8 anos, que estudava no local. "Gosto de trazer ela aqui para ficar mais perto dos livros. Mas nunca foi um lugar muito cheio. Eu só venho porque é perto de casa", contou. Um dos chamarizes para o estudante foi a chegada de Wi-Fi na biblioteca municipal. "Acho que vai atrair público."

Na Biblioteca Arnaldo Magalhães, no Tatuapé, zona leste da cidade, que teve apenas 1,3 mil consultas a livros no ano passado - o menor índice de todo o sistema municipal -, também haviam apenas duas pessoas quando o Estado esteve no local: a dona de casa Nádia Verônica Oliveira Martins, de 29 anos, e o filho Davi, de 7 anos. "É sempre vazio assim mesmo", contou Verônica.

Se as cadeiras da biblioteca ficam vazias, o mesmo não pode ser dito sobre o telecentro, que tinha até fila para acessar os computadores. "É sempre assim: vazio de um lado e cheio do outro. Se antes recebíamos 200 visitantes em um dia, hoje não chega a 30", relatou um funcionário.

Creche

Quem vê a movimentação da Biblioteca Jamil Almansur Haddad, em Guaianases, na zona leste paulistana, nem desconfia que o índice de consultas vem caindo ano a ano. Durante a visita da reportagem, no período da tarde, a unidade estava lotada, mas não pelos livros: havia uma fila de crianças que queriam acessar os mais diversos tipos de jogos nos computadores do telecentro. "Muitas vezes tem alguma escola municipal sem aula aqui na região e os pais mandam a criança pra cá", afirmou uma funcionária do telecentro.

O secretário de Cultura, André Sturm, afirmou que "nossa métrica não é a de consultas, mas a de levar pessoas para a biblioteca". "Se o cidadão for para a biblioteca para fazer um trabalho usando o Wi-Fi ou utilizar o computador, isso não aumenta consulta. Mas estamos dando mais utilidade para as bibliotecas." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte: Noticias ao Minuto


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Entretenimento

mais notícias

Chester Bennington se suicidou horas antes de sessão de fotos
há 1 hora atrás

Chester Bennington se suicidou horas antes de sessão de fotos

Chester Bennington se suicidou horas antes de sessão de fotos
Angelina Jolie comenta pausa na carreira para se dedicar a tarefas domésticas
há 2 horas atrás

Angelina Jolie comenta pausa na carreira para se dedicar a tarefas domésticas

Angelina Jolie comenta pausa na carreira para se dedicar a tarefas domésticas
Justin Bieber atropela fotógrafo ao deixar igreja em Beverly Hills
há 2 horas atrás

Justin Bieber atropela fotógrafo ao deixar igreja em Beverly Hills

Justin Bieber atropela fotógrafo ao deixar igreja em Beverly Hills
Mariah Carey sofre com efeito sanfona e peso atual de 119kg
há 22 horas atrás

Mariah Carey sofre com efeito sanfona e peso atual de 119kg

Mariah Carey sofre com efeito sanfona e peso atual de 119kg
Rezende fala da razão de largar quimioterapia: 'Deus mandou'
há 22 horas atrás

Rezende fala da razão de largar quimioterapia: 'Deus mandou'

Rezende fala da razão de largar quimioterapia: 'Deus mandou'
Câmara Municipal de Ibitinga