São Paulo declara guerra a febre amarela

Mesmo com poucas chances de chegar às cidades, infectologista alerta para os cuidados e prevenção da doença


O estado de São Paulo se arma contra a febre amarela. Infectologista Marcos Boulos, do Controle de Doenças da Secretaria de Saúde de São Paulo, afirma que no Estado a morte de macacos tem sido monitorada.

A cobertura vacinal no estado de São Paulo chega a 80 por cento. O infectologista Marcos Boulos alerta que devem se vacinar todos os que estão ou vão viajar pararegião de  matas, áreas rurais e silvestre.

A febre amarela é transmitida quando o mosquito pica um macaco infectado e depois pica uma pessoa que não tenha tomado a vacina contra a febre amarela. Em regiões silvestres, rurais e de mata, a doença é transmitida pelo mosquito Haemagogus. Nos centros urbanos é transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo da dengue zika e chikungunya.


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

China, Chile e Egito retomam importação de carne brasileira
há 6 horas atrás

China, Chile e Egito retomam importação de carne brasileira

China, Chile e Egito retomam importação de carne brasileira
Helicóptero com deputado estadual a bordo cai em Goiás
há 6 horas atrás

Helicóptero com deputado estadual a bordo cai em Goiás

Helicóptero com deputado estadual a bordo cai em Goiás
Senado prevê gasto de R$ 3 milhões com motoristas
há 6 horas atrás

Senado prevê gasto de R$ 3 milhões com motoristas

Senado prevê gasto de R$ 3 milhões com motoristas
Desconfia que tem alguém 'roubando' o Wi-fi? Veja como ter certeza
há 6 horas atrás

Desconfia que tem alguém 'roubando' o Wi-fi? Veja como ter certeza

Desconfia que tem alguém 'roubando' o Wi-fi? Veja como ter certeza
Agente penitenciária é transferida de unidade ao chamar Adriana Ancelmo de detenta
há 6 horas atrás

Agente penitenciária é transferida de unidade ao chamar Adriana Ancelmo de detenta

Agente penitenciária é transferida de unidade ao chamar Adriana Ancelmo de detenta
Câmara Municipal de Ibitinga