Claudio Freitas

Claudio Freitas


Caminho Único


E agora o que  eu faço , 
no caminhar, por essas ruas escuras.
Se a cada paço , 
os meus estão a sua procura.

Dita me o caminho , que devo ir, 
seja la qual for.
Por que não há como prosseguir, 
longe de ti , amor .

E agora , o que posso fazer, 
para ver, o sol novamente, surgir.
Não depende de mim , mas de voce,
já que não me ensinou , a seguir.

A solidão se consolida no coração , 
fazendo dele, morada.
E tudo que eu penso , só tem uma direção , 
a nossa, estrada.

E agora, o que me diria, 
diante , o meu me perder.
Se a vida não é filosofia, 
do eu acho que pode ser.

Me leva, nessa hora 
mesmo que for no pensamento .
Para que a saudade vá embora,
e eu volte, para mim , correndo .

E tudo porque , 
meu caminho , é voce.

 

Claudio Freitas - O Príncipe dos Poetas

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

Deputado Chico Sardelli

Deputado Chico Sardelli

Segurança no trânsito para todos

Segurança no trânsito para todos
José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

Gandhi, Kardec e o Santo de Assis

Gandhi, Kardec e o Santo de Assis
Claudio Freitas

Claudio Freitas

Caminho Único

Caminho Único