Logo Portal Ternura
23/07 - IBITINGA-SP
° °
Jótha Marthyns

Jótha Marthyns


As crises das credibilidades no sistema


"Quando o mundo estiver unido na busca do conhecimento, e não mais lutando por dinheiro e poder, então nossa sociedade poderá enfim evoluir a um novo nível." - Thomas Jefferson (1743-1826) foi o terceiro presidente dos Estados Unidos.


* Jótha Marthyns 
Iniciando, acabando de esmiuçar trechos de Maquiavel, venho ao teclado e anuncio que não tenho o dom de  pregação — profética e denunciatória, nem quero influenciar   adeptos nesta minha linha de pensamentos. Quero sim combater o bom combate.  Tiranos, tremei! 

Qual a sua opinião a respeito do futuro do Brasil? 

Ufanismo! O Brasil é considerado um país  com dimensões continentais, É o quinto maior país do planeta, só é menor que os territórios da Rússia, Canadá, China e Estados Unidos, respectivamente. É uma grande potência.

Aqui tudo é maravilhoso? O Brasil é uma democracia e um Estado de Direito que está vigente faz décadas, mas que, neste momento, padece de crises de legitimidades sem precedentes. Concordo na verdade que, em relação aos Poderes Executivo e Legislativo, houve uma significativa renovação nas últimas eleições, o que, ao menos temporariamente, lhes concedem certa dose de tolerâncias e esperanças. O Brasil é o país do futuro! O que nos deixa para traz é a falta de educação em todos os sentidos.

Unanimidade. Não é novidade que o Brasil se arrasta por anos numa crise profunda, de natureza econômica, política e jurídica e em alguns aspectos, de moralidade da própria sociedade. Inclua-se no topo das maldades desvios de conduta por parte dos gestores públicos, sempre estiveram presentes em nossa história desde Cabral. O problema brasileiro é a corrupção e crime crescente organizado. A história política do

Brasil é uma história de decepções.
Alerta. A população brasileira   não atenta para as gravidades do momento. Lideranças não são  obedecidas,  tão somente por falta de credibilidades. Essa indisciplina emanada desde 1985,  dentro da  Praça das Maldades no Eixo do Mal, em Brasília, alcança  reflexos imediatos nas camadas sociais   em todos os estados, sem respeito e consideração. Pensa a população, “se eles podem,  nós podemos.” 

Se fatalmente tornar-se-á recorrente; e aí não teremos um Estado de Direito, mas um Estado ditatorial.  
É isso que voce quer para seus restos de dias nesta cidade, Pais, Planeta? Ninguém respeita a Constituição. Mas todos acreditam no futuro da nação. 

Brasil mostra a tua cara. Sem confiança e credibilidade, os sistemas operacionais da nação (financeiro, jurídico e político) não funcionam a contento. As crises prosseguem se sucedendo, e os resultados são sempre insatisfatórios. O amanhã é duvidoso? 

Saída? Solução? Primeiro:  Existe um princípio importantíssimo no Direito, que é o princípio da responsabilidade, de que as pessoas respondam por seus atos e pelas consequências de suas condutas. – “Pena haver águias prisioneiras, enquanto há abutres rapinando em liberdade.”

Engana-me que eu gosto.  - “Eu te amo, meu Brasil, eu te amo, Meu coração é verde, amarelo, branco, azul-anil.” 
Cuidado com a ira divina:  - “Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?”

Gran Finale: Caem as cortinas. Fecha-se o palco.  Não há público para aplaudir a trágica comedia divina humana brasileira. Muitos já saíram de cena,  e esqueceram de   apagar   as luzes  do teatro. Uma grande porção desses atores e atrizes já estão atuando com bom sucesso  em palcos da  Europa, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá.  

 “Não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu país.” (John F. Kennedy)


*Jótha Marthyns, 75 -  Jornalista,  editor MTB n.º 232/ SP, do Jornal A Tribuna, em Monte Alto/SP. e do Jornal A Tribuna Web Noticias. Radialista. Influenciador digital. Idealizador, produtor e apresentador do JORNAL DA TARDE no Facebook. Colunista/Articulista no Portal Ternura FM / Ibitinga-SP. Publicitário. Palestrante - Bacharel em Direito/2012. Curso Superior de Tecnólogo de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública I (Curso de Formação de Sargentos da PMESP); Cavaleiro em Comenda outorgada pela Soberana Orden Militar y Hospitalaria de Caballeros y Damas Nobles de Andalucía del Infante  Don Fernando y Santa Eufemia.
E-mail  [email protected]

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

Ecumenismo dos corações e Esperanto

Ecumenismo dos corações e Esperanto
Jótha Marthyns

Jótha Marthyns

O que há de errado com Darwin?

O que há de errado com Darwin?
Jótha Marthyns

Jótha Marthyns

Sempre Fundamentais em garantia à adaptação social.

Sempre Fundamentais em garantia à adaptação social.