Logo Portal Ternura
26/09 - IBITINGA-SP
° °
Jótha Marthyns

Jótha Marthyns


Seres do Mal?


Politica é uma eterna caixinha de surpresas, a pregar peças mesmo em analistas dos mais afiados. Basta! A história do Brasil não pode permanecer hipotecada à corrupção, incompetências e imprudências. .

Por Jótha Marthyns

A saga humana não pode abrir mão de alguns de seus sistemas, trilhas por onde avança seus passos pela superfície deste atormentado planeta vagando no espaço esperando ser sugado por algum ‘buraco negro’.

Confrades e confreiras. De repente a Nação está desperta e um pouco mais esperta. Existe nesta Terra de Tupis Guaranis, Tapuias e Aruaques miscigenados com africanos e europeus, desde 1889 um grande clamor por reformas republicanas. Essas expectativas vêm ao longo de 131 anos, parece responder aos desencantos com a coisa pública.

Vamos pois, juntos, na questão que me foi proposta: quem é hoje atraído, entre nós habitantes desta ‘Cidade Sonho’, pela politica? Pela Politica ou pela politica? Os políticos de nossa terra praticam mesmo a Politica?

Sim caros Watsons! Há enormes descréditos da população com  a política nacional em geral e os personagens que nela orbitam. Os episódios gravíssimos, “nunca vistos na história do País”, envolvendo corrupções e ineficiências, em todos os níveis dos Poderes, quando desvendados envolvem todos os partidos, o que acabou gerando um estado de permanente revolta, com a opinião da massa de gado, dividida e irritada.

Se bem que essa pressão existencial no “gado feliz” desde 1960 sempre foi amenizada por padrões de novelas da Globo, Jornal Nacional, futebol, brigas de torcidas, praias com mulheres expondo-se quase nuas, baladas open bar, shows de rock com luzes e fumaças regados ao gosto das galeras, redes sociais fervilhando em contatos imediatos, alguns com  minorias furtivas. O ‘povão finge que quer ser feliz’. Assim caminhamos nas incertezas do amanhã dependendo de políticas públicas.

Sem aprofundar o tema que não se exaure, em tratados de éticas de Aristóteles (384 e 322 a.C), Péricles (490-429 a.C.) Nicolau Maquiavel (1469/1527), creio acertar o pino com Brecht quem disse: “o ventre que gerou a besta continua fértil”, coincidindo que o Brasil exibe taxas inéditas de instabilidades de suas instituições jurídicas e politicas a partir de 1500.

Caso o querido Patropi sobreviva a esta Pandemia da Covid 19, e aos seus políticos a começar desses que estão instalados na Praça do Mal dos Três Poderes em Brasília, nos estados e municípios, daqui a dois séculos, algum dia desse futuro, quando for examinado o ‘arquivo morto’ correspondente a atual fase da história, serão encontrados atestados de óbitos de instituições.

Aqui respondo nos termos das indagações iniciais – a expressão classe politica abrange em seu arco de significado mais extenso, não apenas os eleitos, os que elegem também! Cumplicidade explicita e por vezes vergonhosa. Ao cabo de tudo, pagamos a conta...

Malditos políticos! Vossos lugares estão reservados na Quinta e Sétima Bolgia do Inferno de Dante pois, sem dó ou piedade, tiraram das criancinhas as merendas e dos idosos usuários do SUS seus direitos, proveito da confiança que a sociedade

 

depositou em vocês outorgando-lhes poderes com polpudas remunerações e benesses.

Galera, sem pessimismos. Caiamos na real. Além dos males que os políticos nossa causam temos mais sobre nossas vidas, a Coronavírus, chamada de Covid 19 matando centenas de brasileiros e brasileiras diariamente.

Para não pirar de vez, diante de tantos milhões que aparecem do nada dentro de bolsos de paletós, calças, cuecas, meias, envelopes, caixas de gravatas e whisky, pastas, maletas; uns abandonados em caixas de papelão dentro de apartamento vazio, outros milhões dentro de casas, apartamentos e mansões, que segundo seus possíveis proprietários é dinheiro que “caiu dos Céus”, ou foi “Dádiva Divina”; sugiro opções como válvulas de escape diante de tantas imoralidades em nível nacional:

opção - a) – muita leitura de filosofia, bíblia,  reflexão,  meditação e oração.

Opção - b) - Inclua-se para amenizar a secura sexual desde fevereiro passado, a pratica milenar e tradicional ‘rinha dos 5 versus 1’.

Opção c) - se você é daqueles que desde os cinco anos acha que tal pratica faz nascer pelos nas mãos, sugiro esta outra opção. Imagine-se locutor de partida de futebol e narre uma partida da TV.

Opção d) – tente cantar o hino nacional em Esperanto.

Se voce não aceitou nenhuma das opções sugeridas, visite o Psiquiatra. Você já está afetado pelo isolamento social contínuo, uso de máscara e álcool em gel.

Pare. Nem pense procurar conselhos ou solução de seus problemas com políticos. Eles encaminharão você para uma das filas do SUS da Secretaria da Saúde da Prefeitura de Monte Alto. E aguarde ficar surdo, cego ou morrer feliz!

Discípulos de Arquelau de Atenas. Sócrates, Platão e Aristóteles, Agostinho de Hipona, Heidegger, Foucault, Comte, Cortella, conclamo: “Juntos vamos derrotar o vírus unidos pela informação e responsabilidade”.

Monte Alto, estamos juntos no enfrentamento à covid-19 e nas lutas contra as desigualdades. Boa leitura!

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

Maria Eugênia Pinheiro Sena da Silva

Maria Eugênia Pinheiro Sena da Silva

Eleições, voto e título de eleitor: questionamentos frequentes

Eleições, voto e título de eleitor: questionamentos frequentes
Isabela Manchini

Isabela Manchini

Abuso sexual de crianças e adolescentes: Algumas observações

Abuso sexual de crianças e adolescentes: Algumas observações
Isabela Manchini

Isabela Manchini

BRINQUEDOS/BRINCADEIRAS E A REPRODUÇÃO DO MACHISMO: COMO ISSO ACONTECE?

BRINQUEDOS/BRINCADEIRAS E A REPRODUÇÃO DO MACHISMO: COMO ISSO ACONTECE?