Logo Portal Ternura
23/07 - IBITINGA-SP
° °
Psicóloga Talita Andrade Deltorto

Psicóloga Talita Andrade Deltorto


Assunto de hoje: Criança dormindo na cama dos pais?


Por Psicóloga Talita Andrade Deltorto

É comum o relato de mães de que os filhos dormem na cama do casal e o pessoal sempre fala pode? Não pode? E hoje vamos falar um pouquinho sobre isso.

Na verdade, é importante entender que cada família tem uma forma de perceber e vivenciar cada fase do desenvolvimento das crianças, mas acho válido convidar  as pessoas a pensar sobre qual o real motivo pelo qual o pais trazem as crianças para dormir em suas camas.

Pode ser que a criança está ali porque os pais ainda não conseguiram desenvolver uma estratégia para que a criança fique na cama dela então ela deixam que ela durma na cama deles e depois a leva para a cama dela e a criança fica super bem no quarto dela...mas por conta do cansaço algumas vezes todo mundo dorme também e a criança vai ficando ali ...dias...semanas...meses...anos... mas isso é administrado de uma maneira saudável.

A dúvida que acontece com frequência é sobre a importância  da criança desenvolver a capacidade de dormir no quarto dela. E do ponto de vista do desenvolvimento a criança ao conseguir dormir em seu quarto desenvolve autonomia, auto- confiança e a segurança de dormir sozinha.

É importante então que os pais saibam e entendam qual o motivo real do filho dormir no quarto deles:

Não é saudável, por exemplo, se a criança é colocada junto na cama porque os pais ou mesmo um dos dois se sente culpado por trabalhar fora e não ter muito tempo para brincar com o filho!

Nesse caso o aconselhado é que seja remanejado o tempo da semana para que os pais tenham tempo de qualidade de relação pai e filho para brincar juntos, fazer a tarefa da escola juntos. E mesmo remanejar o tempo de final de semana para ficarem juntos fazendo atividades que permitam uma boa convivência quando a criança está acordada.

E existe um outro motivo para que a criança esteja na cama dos pais e esse é um dos motivos mais graves. Alguns casais passam por crises e dificuldades no relacionamento. Dificuldade de comunicação e mesmo no relacionamento a dois e a criança estar na cama acaba sendo  uma estratégia para evitar o contato ou um diálogo saudável.

A rotina de um casal muda muito depois da chegada de um filho também e o distanciamento pode acontecer.

E nesse caso a criança assume um papel de literalmente separar esse casal. Se isso estiver acontecendo a orientação é que esse casal tente um diálogo ou mesmo que procure ajuda profissional, pois é complicado para a criança ter a função de manter o casal equilibrado!

A dica de hoje, portanto é a seguinte:

A criança passa por diversas fases do desenvolvimento, assim como deixa as fraldas, a mamadeira, a chupeta, começa a comer sozinha, a trocar de roupa, chegará o momento em que ela irá sentir essa necessidade de ter seu espaço na hora de dormir.

Existem crianças que gostam de dormir com os pais algumas vezes, mas quando solicitadas pelos pais de que naquele dia vão dormir nos seus quartos isso não é visto como um problema e aí nesse caso dormir com os pais não é algo que prejudica o processo de desenvolvimento, contudo os outros dois casos o convite é para que esses adultos analisem a situação e busquem por ajuda tanto para lidar com as culpas bem como para resolver os problemas como casal!

 

Um Abraço da Psi a todos!
Psicóloga Talita Andrade Deltorto #Crianscendocriança
LUDOTERAPIA (Atendimento da criança e da família.)
Agendamentos: (16)99158-4014

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

PG Nogueira

PG Nogueira

Era uma vez em Hollywood - O novo filme de Tarantino

Era uma vez em Hollywood - O novo filme de Tarantino
José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

“Amizade é a minha Religião”

“Amizade é a minha Religião”
Claudio Freitas

Claudio Freitas

Valsa do amor eterno . . .

Valsa do amor eterno . . .