Psicóloga Talita Andrade Deltorto

Psicóloga Talita Andrade Deltorto


Você brinca com seu filho?


Por: Psicóloga Talita M. de Andrade Deltorto

No mês em que é comemorado o dia das crianças vamos falar sobre algo que faz  parte da infância que é: a brincadeira. Lembrando aos pais, educadores e responsáveis sobre a importância dessa pratica para o desenvolvimento físico, psíquico e emocional dos pequenos.

Atualmente entende-se que a  brincadeira ( atividade lúdica) ajuda a desenvolver a auto-estima, a imaginação e o relacionamento interpessoal.

Volto  a lembrar da qualidade de tempo que estas crianças passam em frente ao computador, tablets, televisão e aparelhos de celular, esse tempo deve ser controlado e supervisionado e quanto menor for seu filho menos tempo deve passar em frente a esse atrativos eletrônicos. A criança deve entender que pode encontrar inúmeras formas de se divertir se movimentando e usando sua imaginação.

Atenção: ISSO DEVE SER ENSINADO A ELAS! E isso apenas acontece quando deixamos de nos apegar as tarefas diárias e também reservamos um tempo para os filhos! Contudo não são apenas os eletroeletrônicos que tomam tempo  é muito comum  nos dias de hoje as crianças terem rotinas tomadas de tantas atividades que falta-lhes tempo para viver a infância e brincar.

Por esse motivo quero alertar e informar aos pais sobre quão significativo é ensinar seus filho a brincar, sejam educadores do brincar . De acordo com estudos psicológicos o brincar é um meio de expressão da criança, contexto no qual ela elabora seus conflitos, demonstra sentimentos, ansiedades e fantasias.

Quando brinca ela aprende a transformar e a usar os objetos, organizar emoções isso pode explicar, por exemplo, o motivo pelo qual um urso velho e todo esfarrapado pode ter mais importância para uma criança do que um brinquedo novo cheio de recursos, luzes, cores, sons  e movimentos. Brincar é algo essencial para o desenvolvimento infantil, uma criança que não consegue brincar deve ser alvo de preocupação.

Disponibilizar espaço e tempo para brincadeiras significa contribuir pra um desenvolvimento saudável, quando brincam organizam emoções. Desenvolvem múltiplas linguagens, assumem papeis, se socializam. O brinquedo e o brincar completam o mundo mágico infantil, pois é uma das principais formas de autodescobertas e vivências, explora o ambiente de forma saudável e produtiva contribuindo assim para suas primeiras experiências culturais. Sua imaginação se desenvolve e suas habilidades também.

 É importante que os adultos resgatem sua capacidade de brincar e ensinem como fazê-lo, dando claro espaço para que a criança desenvolva essa habilidade, brincar envolve ter brinquedos jogados pela casa em alguns momentos, paredes rabiscadas “as vezes”, mas calma eles vão aprender com o tempo e com sua orientação sobre o que podem e o que não podem fazer.

Crianças precisam brincar, correr, pular, gastar sua energia e descobrir a magia que é ser criança. Precisam ter todos os dias do ano dedicados a elas. Seu filho vai ser criança uma única vez você terá a vida toda pra cumprir com seus compromissos, quando menos esperar eles já terão crescido! O que você tem feito para que os momento juntos sejam lembrados com saudade e carinho em um futuro próximo?

Que a criança que existe dentro de vocês nunca adormeça e que você possa ter bons momentos de brincadeira com seus filhos.

Sejam pais presentes! Olhem seus filhos nos olhos e permitam que percebam o quanto os amam todos os dias em todos os momentos!

 

Que todo dia seja um dia feliz pra sua criança!

 

Psicóloga Talita Andrade Deltorto

 LUDOTERAPIA   #Crianscendocriança (Atendimento da criança e da família) 

Agendamentos: (16) 99158-4014

Facebook: Psicóloga Talita Andrade Deltorto

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

Deputado Chico Sardelli

Deputado Chico Sardelli

Segurança no trânsito para todos

Segurança no trânsito para todos
José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

Gandhi, Kardec e o Santo de Assis

Gandhi, Kardec e o Santo de Assis
Claudio Freitas

Claudio Freitas

Caminho Único

Caminho Único