Preta Gil enfrenta a censura e a intolerância em novo disco

Cantora celebra 15 anos de carreira musicalno recém-lançado Todas as cores


Preta Gil ergue as bandeiras da diversidade e do direito à expressão. Foto: (foto: Alex Santana/Divulgação)

Mulher, negra, bissexual, gorda, independente e feliz. Todos esses adjetivos proibitivos em uma sociedade marcada pela opressão e cerceamento das liberdades individuais tornaram a cantora Preta Gil uma referência sobre o empoderamento no universo da música e da moda. Celebrando 15 anos de carreira musical, a artista hasteia novamente as faixas da diversidade e do direito à expressão individual em seu novo disco, Todas as cores. Com dez canções inéditas, o álbum une referências sonoras de diversas partes do país e traz parcerias com nomes como Gal Gosta, Pabllo Vittar e Marília Mendonça.

Segundo Preta, o conceito do álbum se formou como uma consequência do processo de pesquisa das músicas e arranjos das harmonias, galgado ao longo de 12 meses. "Eu fui recebendo músicas muito distintas e fui gravando sem querer me podar. Essa sou eu, eu sempre cantei a pluralidade da música. É uma coisa que está no meu DNA. E aí, quando a gente acabou o álbum, ele tinha essa personalidade, que eu acredito ser muito expressiva: de sonoridades múltiplas e esse colorido", explica sobre o disco, que conta com composições de Seu Jorge, Pretinho da Serrinha, Felipe Escandurras, Leonardo Reis, Juliano Tchula, Ana Carolina e do produtor musical especializado em funk Batutinha, que assina a direção musical. 

Um dos destaques do álbum é também, para a artista, um dos mais emocionantes: o encontro com sua madrinha de batismo, Gal Costa, na bela faixa Vá se benzer. "É um encontro muito especial, porque ela é minha maior referência como cantora. Ela me batizou, me viu dar os primeiros passos, foi a pessoa que me pegou no colo. E eu esperei 15 anos para convidá-la porque eu nunca tinha me sentido à vontade para isso. Mas, quando eu ouvi esta música, eu imaginei muito ela cantando. E tinha também a necessidade de, nesse momento em que estou debutando na música, ter uma mãe do meu lado para me dizer 'Eu sou assim, me diga quem é você'", conta, emocionada sobre a participação de Gal no que chama de "rebatismo".

Na última quinta-feira, a cantora lançou o videoclipe da faixa. Em menos de 24 horas, o vídeo foi retirado do ar pelo YouTube. No Facebook, o deputado federal Jean Wyllys denunciou o ocorrido, alegando que o conteúdo teria sido alvo de "denúncias de perfis falsos e verdadeiros que vêm atacando conteúdos relacionados à defesa da diversidade e das liberdades individuais pela internet". Preta acrescentou: "Hoje a gente vive em um mundo no qual as pessoas julgam, apontam, criticam. E a essência da gente é a perfeição, é ser quem a gente é. Apesar de eu ter lutado todos esses anos por tantas coisas, vivemos agora um momento de retrocesso, de contramão. É preciso se reafirmar, dizer quem você é".

A cantora, que desde o início da carreira protagonizou importantes discussões contra a LGBTTfobia, gordofobia e racismo, comentou sobre a importância de se abordar estas temáticas. "Me senti muito só, foram 15 anos de de muito sofrimento. E hoje você vê o empoderamento no discurso de muitas mulheres, independentemente de ser famosa ou não. Ao me defender, ao querer ter o direito de ser quem eu sou, eu levantei muitas bandeiras. E ao lutar por mim, eu lutei por muitas outras", celebra.

Todas as cores, de Preta Gil
10 faixas
Sony Music
Disponível nas plataformas digitais

Fonte: Uai


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Entretenimento

mais notícias

 Kendall Jenner desbanca Gisele Bundchen como modelo mais bem paga do mundo
há 14 horas atrás

Kendall Jenner desbanca Gisele Bundchen como modelo mais bem paga do mundo

Kendall Jenner desbanca Gisele Bundchen como modelo mais bem paga do mundo
Gilberto Gil será laureado pela União Brasileira de Compositores
há 15 horas atrás

Gilberto Gil será laureado pela União Brasileira de Compositores

Gilberto Gil será laureado pela União Brasileira de Compositores
Confira as novidades da Netflix para o mês de dezembro
há 16 horas atrás

Confira as novidades da Netflix para o mês de dezembro

Confira as novidades da Netflix para o mês de dezembro
Criador de 'Toy story' pede licença após acusações de assédio
há 16 horas atrás

Criador de 'Toy story' pede licença após acusações de assédio

Criador de 'Toy story' pede licença após acusações de assédio
James Cameron revela segredo das cenas aquáticas de novo 'Avatar'
há 16 horas atrás

James Cameron revela segredo das cenas aquáticas de novo 'Avatar'

James Cameron revela segredo das cenas aquáticas de novo 'Avatar'