Logo Portal Ternura
04/04 - IBITINGA-SP
° °

Após cirurgia, Vivi Araújo espera voltar em maio e mira Modafferi: "Quero testar a minha mão nova"

Lutadora da Cerrado MMA revela que quebrou a mão direita no primeiro round do duelo contra Jessica Eye, em dezembro, retornou aos treinamentos na segunda-feira


Viviane Araújo perdeu para Jessica Eye, por pontos, no UFC 245, realizado em 14 de dezembro, em Las Vegas (EUA). A atuação, no entanto, foi valorizada pelo fato de a brasileira ter quebrado a mão direita no primeiro round. No intervalo, a brasiliense acreditava que não passava de uma luxação, porém, 14 dias depois do evento, ela passou por uma cirurgia, na qual colocou uma placa e seis parafusos.

Viviane Araújo mostra a mão lesionada — Foto: Arquivo Pessoal

Viviane Araújo mostra a mão lesionada — ( Reprodução - Arquivo Pessoal )

- Quebrei o polegar, a base do polegar e levei 12 pontos. O osso fragmentou em seis partes, a base do polegar explodiu. A cirurgia foi tranquila, estou fazendo fisioterapia, e o médico me liberou da órtese na segunda-feira. Vinha treinando jiu-jítsu, chutando, mas sem usar o braço direito. A recuperação foi excelente. Eu me senti segura nesta primeira manopla desde a cirurgia. Foram duas vezes por dia de fisioterapia, intervalada com uma especialista em mãos. Não senti dor nenhuma, fiquei muito feliz. Senti a minha mão bem forte - declarou ao Combate.com.

Derrotada após embalar duas vitórias consecutivas no Ultimate, Vivi Araújo acredita que a luta contra Eye teria um desfecho diferente, caso estivesse atuado 100% fisicamente nos dois últimos rounds.

Vivi Araújo levou 12 pontos na mão direita — Foto: Arquivo Pessoal

Vivi Araújo levou 12 pontos na mão direita — ( Reprodução - Arquivo Pessoal )

- Isso me atrapalhou na hora de seguir a estratégia, que era golpear bastante. Esse ímpeto de golpear ficou travado, estava sentindo dor na mão, então tive que me movimentar mais, não desferi tantos golpes e perdi por pontos, por não ter sido tão agressiva. A luta teria sido outra, completamente, porque me machuquei no primeiro round, quando ganhei com folga.

- Se eu não tivesse fraturado a mão, o resultado teria sido diferente. Estou no caminho certo, vou trabalhar alguns pontos que ficaram faltando na luta, para voltar mais agressiva. Lutei contra a segunda colocada do ranking mesmo estando no UFC há pouco tempo. Foi uma honra. Notei que se não fosse pela lesão eu estaria na frente dela. Deu para enxergar que tenho mais a mostrar no UFC.

Para abrir o seu calendário em 2020, Vivi Araújo espera voltar ao octógono em 9 de maio, no UFC 250, marcado para o Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A brasiliense não ficou em cima do muro ao citar uma possível adversária e desafiou Roxanne Modafferi.

- Estou querendo voltar a lutar na metade do mês de abril ou em maio, no UFC SP. Estou de olho. Vou estar preparada. Quero a Roxanne Modafferi. Meu jogo casa com o dela, que está em quinto lugar no ranking da categoria. Eu sou a sexta colocada. É uma atleta boa, experiente, grappler... casa bem com meu jogo. Eu acho que seria uma boa adversária para eu voltar com tudo. Espero que ela venha lutar contra mim no Brasil para darmos um show aos brasileiros e mostrar o melhor do jiu-jítsu no UFC. Quero testar a minha mão nova com ela (risos).

Fonte:https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/apos-cirurgia-vivi-araujo-espera-voltar-em-maio-e-mira-modafferi-quero-testar-a-minha-mao-nova.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Coronavírus: Califórnia proíbe eventos de combate até o fim de maio; UFC San Diego é afetado
há 1 dia atrás

Coronavírus: Califórnia proíbe eventos de combate até o fim de maio; UFC San Diego é afetado

Coronavírus: Califórnia proíbe eventos de combate até o fim de maio; UFC San Diego é afetado
Para ajudar F1, Silverstone poderia realizar mais de uma corrida (e até com traçado reverso)
há 1 dia atrás

Para ajudar F1, Silverstone poderia realizar mais de uma corrida (e até com traçado reverso)

Para ajudar F1, Silverstone poderia realizar mais de uma corrida (e até com traçado reverso)
Chefe de Wimbledon torce pela volta do tênis em agosto, mas admite chance de não ter mais jogos em 2
há 1 dia atrás

Chefe de Wimbledon torce pela volta do tênis em agosto, mas admite chance de não ter mais jogos em 2

Chefe de Wimbledon torce pela volta do tênis em agosto, mas admite chance de não ter mais jogos em 2020
Reflexivo em meio à pandemia, Hamilton afirma que raça humana perdeu o controle
há 1 dia atrás

Reflexivo em meio à pandemia, Hamilton afirma que raça humana perdeu o controle

Reflexivo em meio à pandemia, Hamilton afirma que raça humana perdeu o controle
Lenda do skate, Jeff Grosso morre aos 51 anos. Tony Hawk faz tributo:
há 1 dia atrás

Lenda do skate, Jeff Grosso morre aos 51 anos. Tony Hawk faz tributo: "Imensa tristeza"

Lenda do skate, Jeff Grosso morre aos 51 anos. Tony Hawk faz tributo: "Imensa tristeza"