Logo Portal Ternura
21/10 - IBITINGA-SP
° °

Em clima de gratidão, Monaco confirma demissão de técnico; Henry pode ser sucessor

Equipe do Campeonato Francês confirma especulações e saca Leonardo Jardim após mais de quatro anos, demonstrando carinho pelo português. Astro francês já estaria negociando


O Monaco confirmou na manhã desta quinta-feira o que a imprensa francesa apontava há alguns dias: a demissão do técnico Leonardo Jardim. Em um comunicado em clima de gratidão, a equipe do principado anunciou que sacou o luso do cargo após mais de quatro anos de serviços prestados, em meio à crise técnica do time, que está na zona de rebaixamento da Ligue 1. Thierry Henry é cotado como sucessor.

- Gostaria de manifestar o mais profundo respeito por Leonardo e todo o trabalho feito. Ele se estabilizou no banco do Monaco como uma referência na Europa e deixa para trás um balanço muito positivo. Sua passagem seguirá como uma das páginas mais bonitas na história do clube. Leonardo continuará sendo parte da família Monaco - disse o vice-presidente e diretor geral do Monaco, Vadim Vasilyev.

Leonardo Jardim chegou ao clube no início da temporada 2014/15, somando 233 partidas no comando da equipe. O auge de seu trabalho à frente da equipe - que tornou-se uma das novas milionárias da Europa - foi a conquista do título francês na temporada 2016/17. Na mesma temporada, o time chegou às semifinais da Liga dos Campeões.

- Sou grato e orgulhoso por poder ter sido técnico do Monaco por mais de quatro anos. Sempre deu meu melhor e trabalhei com paixão. Conquistamos grandes vitórias juntos e sempre as guardarei na minha memória - afirmou Leonardo Jardim.

Henry já estaria negociando

De acordo com o jornal "L'Equipe", o Monaco já estaria conversando com o possível sucessor de Leonardo Jardim antes mesmo da oficialização da demissão: Thierry Henry. Atualmente auxiliar técnico de Roberto Martínez na Bélgica, ele seria a prioridade da diretoria e poderia retorna ao clube onde começou a carreira como jogador.

Uma alternativa seria Claudio Ranieri, que já trabalhou em algumas oportunidades no futebol francês e comandou o Monaco entre 2012 e 2014, justamente antes da chegada de Jardim. O novo técnico terá a missão de fazer o clube subir na tabela do Campeonato Francês - na qual o Monaco está na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com seis pontos, 21 a menos que o líder PSG.

Equipe do Campeonato Francês confirma especulações e saca Leonardo Jardim após mais de quatro anos, demonstrando carinho pelo português. Astro francês já estaria negociando

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-frances/noticia/em-clima-de-gratidao-monaco-confirma-demissao-de-tecnico-henry-pode-ser-sucessor.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

São Paulo empata com Atlético-PR e chega a 6 jogos sem vencer
há 7 horas atrás

São Paulo empata com Atlético-PR e chega a 6 jogos sem vencer

São Paulo empata com Atlético-PR e chega a 6 jogos sem vencer
NBA: jogadores de Lakers e Rockets trocam socos durante partida
há 7 horas atrás

NBA: jogadores de Lakers e Rockets trocam socos durante partida

NBA: jogadores de Lakers e Rockets trocam socos durante partida
Lewis Hamilton pode ser campeão no GP dos EUA de Fórmula 1, mas depende de Vettel
há 1 dia atrás

Lewis Hamilton pode ser campeão no GP dos EUA de Fórmula 1, mas depende de Vettel

Lewis Hamilton pode ser campeão no GP dos EUA de Fórmula 1, mas depende de Vettel
Palmeiras recebe Ceará e tenta ampliar vantagem na liderança
há 1 dia atrás

Palmeiras recebe Ceará e tenta ampliar vantagem na liderança

Palmeiras recebe Ceará e tenta ampliar vantagem na liderança
Todos contra o Cruzeiro: times dão partida à Superliga e tentam acabar com hegemonia mineira
há 2 dias atrás

Todos contra o Cruzeiro: times dão partida à Superliga e tentam acabar com hegemonia mineira

Todos contra o Cruzeiro: times dão partida à Superliga e tentam acabar com hegemonia mineira