Logo Portal Ternura
14/08 - IBITINGA-SP
° °

Em luta de despedida, Minotouro sonha nocautear Shogun e dispara: "Vai ser emocionante"

Em live liderada por Flávio Canto, que também contou com a participação de Rodrigo Minotauro, peso-meio-pesado projeta encerramento com chave de ouro em trilogia contra o curitibano


Rogério Minotouro travou duas grandes lutas contra Mauricio Shogun ao longo da carreira. E, embora tenha perdido ambas na decisão dos jurados, espera "descontar" a diferença no "UFC: Whittaker x Till", dia 25, em Abu Dhabi. O desfecho perfeito para o baiano escrever este terceiro capítulo - o último de seus 19 anos de carreira no MMA -, é um nocaute sobre o compatriota.

Em live liderada por Flávio Canto, nesta quinta-feira, que também contou com a participação de Rodrigo Minotauro, embaixador do UFC e comentarista do Canal Combate, Rogério Minotouro recordou os dois embates com Mauricio Shogun - o primeiro, pelo extinto Pride, em 2005, e o segundo pelo UFC, em 2015.

Vencendo Juntos: Flávio Canto bate um papo com Minotauro e Minotouro  — Foto: Reprodução

Vencendo Juntos: Flávio Canto bate um papo com Minotauro e Minotouro — Foto: Instagram

- A primeira foi uma guerra. Estava me preparando muito, porque aquele GP ia ser pedreira. Foi um dos maiores da história do evento e até do MMA. Tinha o Wanderlei Silva, o Dan Henderson, o Overeem, Igor Vovchanchyn, Vitor Belfort, Ricardo Arona, os melhores até 93kg. Foi um torneio casca-grossa. Eu cheguei no auge, me preparei muito. Na primeira eu ganhei do Overeem, o Shogun venceu um japonês, depois pegamos aquela nossa lutaça na segunda fase. Foi uma das melhores lutas da década, um show. Dez anos depois, achei que eu fui melhor. O Shogun foi guerreiro, saiu do knockdown no primeiro round e veio forte. Fez uma excelente luta. Foi a melhor Luta da Noite. Foram dois lutões. Nessa terceira, a luta final da minha carreira, vai ser emocionante.

- Estou treinado, confiante, gostei do casamento da luta. O Shogun e eu fazemos boas lutas, porque gostamos da trocação, de dar show, partimos para o nocaute. A luta dos sonhos é conseguir o nocaute agora. É sempre um lutão, mas nunca saiu o nocaute. Com certeza o Shogun quer isso também. É o que a galera gosta, os dois partindo para cima o tempo todo. A gente dá knockdown, faz lutão, mas nunca saiu o nocaute. Os dois vão partir para cima o tempo todo - declarou o atleta, em live do "Vencendo Juntos", liderada por Flávio Canto.

Enquanto aguarda o embarca rumo a Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, na noite de sexta-feira, Rogério Minotouro segue confinado em um hotel, em São Paulo, cumprindo os protocolos de segurança adotados pelo UFC devido à pandemia do novo coronavírus. O peso-meio-pesado - isolado dentro do quarto - usa a criatividade para manter o treinamento.

- Fiz o teste da narina, está todo mundo isolado, em quarentena, há dois dias em São Paulo. É um esquema de segurança. Fico dois dias aqui e viajo na sexta para essa jornada em Abu Dhabi. Luto no dia 25, vai ter muito treino em hotel ainda. Eu trouxe o TRX, faço isometria de costas, peito, agachamento. Faço o que dá. Mais tarde vou virar o colchão para boxear. Vou improvisando. - O UFC está fazendo uma coisa fantástica. Fica isolado em SP, depois isolado lá. Estou grato por o evento está voltando, foi uma das primeiras ligas a voltar dentre todos os esportes. É a minha última luta, vai ser marcante para mim. Estou concentrado nesses últimos treinos para fechar a carreira com chave de ouro.

Aposentado desde 2015, Rodrigo Minotauro não estará em Abu Dhabi para assistir de perto o encerramento da carreira do irmão. O ex-campeão do peso-pesado, que irá atuar como comentarista nos próximos eventos do UFC, e enalteceu a trajetória do irmão gêmeo.

- Eu lutei por quase 15 anos. O Rogério estendeu um pouco mais, são 19 anos de carreira. É uma carreira muito bonita, fez lutas memoráveis, finalizou o Dan Henderson, que já foi campeão do Pride e do UFC, venceu duas vezes o Alistair Overeem, se manteve entre os seis melhores do ranking até os 41 anos de idade. É muito difícil. A gente chega em uma idade que é difícil se manter entre os 10 primeiros do ranking. Foi uma carreira extensa, mas ganhou dos grandes nomes do esporte. É emocionante.

Confira o vídeo

Fonte:https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/em-luta-de-despedida-minotouro-sonha-nocautear-shogun-e-dispara-vai-ser-emocionante.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Confira os resultados da rodada da Liga dos Campeões
há 1 hora atrás

Confira os resultados da rodada da Liga dos Campeões

Confira os resultados da rodada da Liga dos Campeões
Confira os resultados da rodada do Brasileirão
há 1 hora atrás

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão
Morre aos 100 anos Robert Ryland, o primeiro tenista profissional negro da história
há 1 hora atrás

Morre aos 100 anos Robert Ryland, o primeiro tenista profissional negro da história

Morre aos 100 anos Robert Ryland, o primeiro tenista profissional negro da história
Com malabarismo de fã na torcida, Serena vira sobre Venus e vai às quartas em Lexington
há 1 hora atrás

Com malabarismo de fã na torcida, Serena vira sobre Venus e vai às quartas em Lexington

Com malabarismo de fã na torcida, Serena vira sobre Venus e vai às quartas em Lexington
Hamilton ironiza fim do
há 1 hora atrás

Hamilton ironiza fim do "modo festa": "É para reduzir nossa velocidade; não vão conseguir"

Hamilton ironiza fim do "modo festa": "É para reduzir nossa velocidade; não vão conseguir"