Logo Portal Ternura
18/11 - IBITINGA-SP
° °

Golpe de marketing ou revolta? Maradona pede as pessoas que não vejam seu documentário

Ídolo argentino não comparece à pré-estreia de filme sobre sua vida em Cannes. Produtores justificam ausência por conta de lesão, mas “El Pibe” detona película (sem mesmo ter assistido)


Maradona não foi à estreia do documentário sobre sua carreira em Cannes, no último domingo, devido a uma lesão no ombro. Essa, pelo menos, foi a justificativa dos produtores do filme “Diego Maradona”, dirigido pelo britânico Asif Kapadia, que ficou conhecido por seus documentários premiados sobre outros ídolos, como Ayrton Senna ("Senna", de 2010) e Amy Winehouse ("Amy", de 2015).

No entanto, em entrevista à emissora mexicana “Univision”, Maradona não falou nada sobre problema médico e demonstrou revolta por conta do subtítulo que vende o documentário em alguns posteres e cartazes com a seguinte frase: “rebelde, herói, vigarista e Deus”.

- Joguei futebol e ganhei dinheiro correndo atrás de uma bola. Não fui vigarista com ninguém. Se eles querem atrair público, me parecem que estão equivocados. Não gosto de um título assim. E se não gosto do título, não vou gostar do filme. Não vejam (o documentário) – disse Maradona, que atualmente comanda o Dorados, da segundona mexicana.

O tom da declaração pode suscitar um golpe de marketing do próprio Diego. Afinal, no trailer divulgado à imprensa (assista mais abaixo), o termo “vigarista” não é usado (somente mesmo em alguns posteres de divulgação, como o que abre esse post). Além disso, o próprio Maradona tinha endossado a produção da película meses atrás.

De antemão, digo: assistirei, Maradona. Perdón!

“Diego Maradona” acompanha a ascensão do maior ídolo argentino à glória no Napoli (o período entre 1984 e 1991 na Velha Bota é o foco do filme segundo pessoas que assistiram à pré-estreia) e como capitão da Argentina no título da Copa do Mundo de 1986. Além de falar, claro, sobre derrocada, vida extravagante e batalhas de Dieguito contra o vício em drogas. A estreia mundial está marcada para 14 de junho.

Golpe de marketing ou revolta? Maradona pede as pessoas que não vejam seu documentário

Ídolo argentino não comparece à pré-estreia de filme sobre sua vida em Cannes. Produtores justificam ausência por conta de lesão, mas “El Pibe” detona película (sem mesmo ter assistido)

Fonte:https://globoesporte.globo.com/blogs/brasil-mundial-fc/post/2019/05/20/golpe-de-marketing-ou-revolta-maradona-pede-as-pessoas-que-nao-vejam-seu-documentario.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

GP do Brasil: Verstappen vence prova com batida entre Ferraris; Hamilton é punido e cai para 7º
há 35 minutos atrás

GP do Brasil: Verstappen vence prova com batida entre Ferraris; Hamilton é punido e cai para 7º

GP do Brasil: Verstappen vence prova com batida entre Ferraris; Hamilton é punido e cai para 7º
Craque do Mundial Sub-17, Gabriel Veron é elogiado no Palmeiras:
há 1 hora atrás

Craque do Mundial Sub-17, Gabriel Veron é elogiado no Palmeiras: "O país inteiro fala", diz Mano

Craque do Mundial Sub-17, Gabriel Veron é elogiado no Palmeiras: "O país inteiro fala", diz Mano
Missão Tóquio 2020: Brasil vence a Argentina e se garante no Pré-Olímpico Mundial de basquete
há 1 hora atrás

Missão Tóquio 2020: Brasil vence a Argentina e se garante no Pré-Olímpico Mundial de basquete

Missão Tóquio 2020: Brasil vence a Argentina e se garante no Pré-Olímpico Mundial de basquete
Coelho elogia segundo tempo do Corinthians e valoriza ponto:
há 1 hora atrás

Coelho elogia segundo tempo do Corinthians e valoriza ponto: "Vamos encostando"

Coelho elogia segundo tempo do Corinthians e valoriza ponto: "Vamos encostando"
Rei de Londres: Tsitsipas vence ATP Finals aos 21 anos e se firma como estrela do tênis
há 2 horas atrás

Rei de Londres: Tsitsipas vence ATP Finals aos 21 anos e se firma como estrela do tênis

Rei de Londres: Tsitsipas vence ATP Finals aos 21 anos e se firma como estrela do tênis