Logo Portal Ternura
24/04 - IBITINGA-SP
° °

Acusado de Pedofilia em Ibitinga é preso em flagrante em São Vicente

Operador de caixa de 23 anos continha fotografias e vídeos de crianças e adolescentes em cenas de pornografia



Rapaz tinha conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes em seu aparelho celular (Foto: Arquivo pessoal)

 

Um operador de caixa de supermercado, de 23 anos, foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (7), em São Vicente, porque possuía em seu celular 217 fotografias e vídeos de crianças e adolescentes em cenas de pornografia e sexo explícito.

Autuado pelo crime do Artigo 214-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), cuja pena varia de um a quatro anos de reclusão, ele foi liberado após uma tia lhe pagar fiança fixada em R$ 2 mil para que responda solto ao delito.

O delegado Marcos Alexandre Alfino e os investigadores Sérgio Douglas Bento e Jairo Perrotti, da Delegacia de São Vicente, prenderam o operador de caixa em sua casa, no bairro Cidade Náutica.

Os policiais portavam mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Criminal de Ibitinga (SP), porque o rapaz é suspeito de aliciar um menino de 11 anos, residente naquela cidade, por meio de um aplicativo de celular.

No fim de 2017, segundo a Polícia Civil de Ibitinga, a criança manteve contato com um homem por celular. O adulto convenceu o menino a ligar a câmera do seu aparelho e a se masturbar para ele.

Por meio de investigações, apurou-se que o telefone está cadastrado em nome do operador de caixa. Com o objetivo de se localizar o aparelho, foi requerido à Justiça mandado de busca a apreensão para revistar a casa do rapaz.

Ao ser informado sobre a ordem judicial, o operador de caixa entregou o seu celular e informou a senha, possibilitando a localização dos arquivos de teor pedófilo. O aliciamento ao menino teria sido feito com outro aparelho, que não foi encontrado.

Questionado sobre o caso do garoto de Ibitinga, o jovem admitiu que, de fato, pediu para a criança se masturbar diante da câmera do aparelho. Por este delito, o investigado deverá ser indiciado em inquérito naquele município.

O Artigo 241-D do ECA pune com reclusão, de um a três anos, quem alicia, assedia, instiga ou constrange criança, por qualquer meio de comunicação, com a finalidade de com ela praticar ato libidinoso.

 

Grupos de WhatsApp

O investigador Sérgio Bento comentou que são “pesados” os vídeos e as fotos armazenadas no celular do operador de caixa. “Há cenas horríveis com crianças que aparentam não ter mais do que oito anos”.

O policial também disse que o celular do suspeito será submetido a perícia para identificar outros potenciais pedófilos. “O autuado participa de três grupos do WhatsApp que têm como temática a pornografia infantil. Os seus membros serão investigados”.

 

Fonte: Folha de Ibitinga


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Ibitinga

mais notícias

Homem é agredido durante roubo de celular no Jardim Centenário
há 12 horas atrás

Homem é agredido durante roubo de celular no Jardim Centenário

Homem é agredido durante roubo de celular no Jardim Centenário
Idoso é agredido pelo próprio filho com ferro de passar roupas
há 13 horas atrás

Idoso é agredido pelo próprio filho com ferro de passar roupas

Idoso é agredido pelo próprio filho com ferro de passar roupas
Medalhista olímpico visita Ibitinga para troca de experiências com a comunidade
há 14 horas atrás

Medalhista olímpico visita Ibitinga para troca de experiências com a comunidade

Medalhista olímpico visita Ibitinga para troca de experiências com a comunidade
Portal de entrada de Ibitinga ganha iluminação em passarela de pedestres
há 14 horas atrás

Portal de entrada de Ibitinga ganha iluminação em passarela de pedestres

Portal de entrada de Ibitinga ganha iluminação em passarela de pedestres
Prefeitura lança aplicativo para receber demandas dos moradores
há 14 horas atrás

Prefeitura lança aplicativo para receber demandas dos moradores

Prefeitura lança aplicativo para receber demandas dos moradores