Logo Portal Ternura
26/04 - IBITINGA-SP
° °

Atuação de milícias é principal hipótese para morte de Marielle Franco, afirma Jungmann

O ministro Extraordinário da Segurança Pública afirmou que as investigações hoje têm praticamente um foco.



Jungmann garantiu que participou de negociação acerca da prisão da Lula. Foto: Antonio Cruz/EBC/FotosPúblicas
 

O ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou, em entrevista ao Jornal da CBN, que a Polícia Civil do Rio vê a atuação de milicianos como a principal hipótese para a execução da vereadora do PSOL Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes. O crime completou um mês no sábado, sem que nenhum suspeito tenha sido identificado. Segundo Jungmann, a apuração do caso analisou todas as possibilidades, mas as pistas do assassinato foram se afunilando. Ele afirmou que, hoje, uma das linhas de investigação está praticamente concluída.

“Eles partem de um grande conjunto de possibilidades e vão afunilando pouco a pouco. Estão, praticamente, com uma ou duas pistas fechadas. Eu diria que, hoje, apenas uma delas e os investigadores têm caminhado bastante adiante. Essa hipótese mais provável é a atuação de milícias no Rio de Janeiro”, declarou.

O ministro da Segurança Pública ressaltou que a vereadora fazia a ponte entre o atual chefe da Polícia Civil do Rio, Rivaldo Barbosa, e o deputado Marcelo Freixo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio. Ele também lembrou que os casos do sumiço do pedreiro Amarildo, em 2013, e da execução da juíza Patrícia Acioli, em 2011, levaram mais de um mês para serem solucionados.

Outro tema da entrevista concedida ao Jornal da CBN foi a situação dos imigrantes venezuelanos em Roraima. Na semana passada, o governo do estado entrou com uma ação no STF para pedir o fechamento da fronteira do estado com a Venezuela. Jungmann considerou inevitável que o assunto entre na pauta eleitoral de Roraima, mas afirmou que o assunto é um tema nacional. Segundo ele, o Brasil recebe entre 500 e 600 venezuelanos por dia, o que não justifica a adoção de medidas mais radicais, uma vez que nem sempre eles permanecem no país por um longo período. Ele reconheceu que o fluxo migratório pressiona os serviços de saúde e assistência social de Roraima, mas defendeu que o governo não pode abrir mão da ajuda humanitária ao país vizinho.


Fonte: CBN


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Marun diz que projeto do cadastro positivo pode mudar para que consumidor autorize inclusão no siste
há 13 horas atrás

Marun diz que projeto do cadastro positivo pode mudar para que consumidor autorize inclusão no siste

Marun diz que projeto do cadastro positivo pode mudar para que consumidor autorize inclusão no sistema
Allison Mack, de 'Smallville', pagará fiança de US$ 5 milhões após acusações de tráfico sexual
há 13 horas atrás

Allison Mack, de 'Smallville', pagará fiança de US$ 5 milhões após acusações de tráfico sexual

Allison Mack, de 'Smallville', pagará fiança de US$ 5 milhões após acusações de tráfico sexual
PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil com prisão
há 14 horas atrás

PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil com prisão

PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil com prisão
Joesley detalha à PF entrega de mala de R$ 500 mil a Ciro Nogueira
há 15 horas atrás

Joesley detalha à PF entrega de mala de R$ 500 mil a Ciro Nogueira

Joesley detalha à PF entrega de mala de R$ 500 mil a Ciro Nogueira
Dólar opera em alta pelo 5º pregão seguido e bate R$ 3,51
há 15 horas atrás

Dólar opera em alta pelo 5º pregão seguido e bate R$ 3,51

Dólar opera em alta pelo 5º pregão seguido e bate R$ 3,51