Logo Portal Ternura
10/12 - IBITINGA-SP
° °

Brasil é o 2º país que mais perdeu no índice de liberdade de expressão

Atrás apenas da República Dominicana, a liberdade de expressão dos brasileiros está ameaçada no espaço público e também no online.


Nos últimos três anos, os brasileiros viram sua liberdade de expressão declinar e atingir a 2º posição dos países que mais tiveram seu direito de manifestação cerceados.

Esse resultado é parte do relatório Agenda de Expressão (Expression Agenda, ou XPA), elaborado pela organização não governamental Artigo 19, publicado nesta quarta-feira (5), que analisa a liberdade em diversos países ao redor do mundo. 

Atrás apenas da República Dominicana, a liberdade de expressão no Brasil está ameaçada no espaço público, como em protestos, e também no ambiente online.

De fato, nos últimos anos, o país foi palco de inúmeros conflitos, principalmente, após as manifestações de junho de 2013. Naquele ano, a maior parte dos protestos em São Paulo terminou com represália da Polícia Militar.

Depois disso, os atos na época do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2015, os contra o atual presidente Michel Temer, em 2017, e, neste ano, contra a eleição de Jair Bolsonaro foram envolvidos em tensão.

 

Ameaça contra liberdade de imprensa

O relatório do Artigo 19 também considera preocupante as ameaças contra jornalistas em nível global. “Novas ameaças à segurança dos comunicadores surgiram ao lado das tradicionais: a repressão do estado, o crime organizado, os interesses comerciais, e o fundamentalismo religioso”, diz o relatório escrito por Thomas Hughes.

Neste ano, a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) registrou mais de 60 episódios de violência contra profissionais da imprensa, desde janeiro. O Artigo 19, contabilizou 22 assassinatos de blogueiros, radialistas e comunicadores no interior do Brasil, entre 2012 e 2016.

O relatório também alerta para a ameaça das notícias falsas, que permeou todo o processo eleitoral tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. “Uma das principais inovações de Trump na mídia foi a popularização da alegação de “notícias falsas” nivelada em meios de comunicação críticos ou de oposição”, diz trecho do estudo.

Segundo a publicação, o declínio da liberdade de expressão no mundo todo, que segundo o estudo, já acontece há dez anos. Entre 2014 e 2017, no entanto, essa restrição se aprofundou. Hoje, a Artigo 19, a liberdade de expressão está no seu nível mais baixo em uma década.

 

Fonte: Exame


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Divisão entre motoristas enfraquece greve prevista dos caminhoneiros
há 7 minutos atrás

Divisão entre motoristas enfraquece greve prevista dos caminhoneiros

Divisão entre motoristas enfraquece greve prevista dos caminhoneiros
Polícia Civil investiga latrocínio de homem de 41 anos no Lago Sul
há 14 minutos atrás

Polícia Civil investiga latrocínio de homem de 41 anos no Lago Sul

Polícia Civil investiga latrocínio de homem de 41 anos no Lago Sul
Correio promove seminário gratuito sobre desafios de combate à sífilis
há 26 minutos atrás

Correio promove seminário gratuito sobre desafios de combate à sífilis

Correio promove seminário gratuito sobre desafios de combate à sífilis
Crime assustou os moradores da cidade de Milagres. Foto: Som da Terra FM/Divulgação.
há 28 minutos atrás

Crime assustou os moradores da cidade de Milagres. Foto: Som da Terra FM/Divulgação.

Crime assustou os moradores da cidade de Milagres. Foto: Som da Terra FM/Divulgação.
Briga milionária entre oftalmologistas envolvendo o HOB chega ao fim
há 30 minutos atrás

Briga milionária entre oftalmologistas envolvendo o HOB chega ao fim

Briga milionária entre oftalmologistas envolvendo o HOB chega ao fim