Logo Portal Ternura
20/09 - IBITINGA-SP
° °

Com apoio de Lula, Haddad passa Ciro e vai para 2º turno, diz XP

Em dois cenários diferentes, Haddad fica em terceiro ou em segundo lugar; após ataque, rejeição a Bolsonaro caiu



Fernando Haddad: segundo turno com Bolsonaro, diz pesquisa XP (Rodolfo Buhrer/Reuters Brazil)

 

Nova pesquisa eleitoral divulgada hoje (14) pela XP Investimentos mostra que, com apoio de Lula, Fernando Haddad (PT) vai para o segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL). Bolsonaro aparece com 23%, enquanto Haddad tem 16%. Ciro Gomes (PDT) fica para trás, com 11%.

A pesquisa, contudo, divide Haddad em dois cenários: sem apoio de Lula e com apoio explícito de Lula. No primeiro caso, sem apoio de Lula, Haddad ainda apareceria em terceiro, com 10%. Bolsonaro (26%) e Ciro (12%) iriam para o segundo turno.

A pesquisa encomendada pela XP foi feita pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) durante os dias 10 e 12 de setembro, por telefone.

 

No 1º turno – Haddad com apoio de Lula

Jair Bolsonaro – 23%

Fernando Haddad – 16%

Ciro Gomes – 11%

Geraldo Alckmin – 9%

Marina Silva – 6%

João Amoêdo – 4%

Álvaro Dias – 4%

Henrique Meirelles – 2%

Guilherme Boulos – 1%

 

No 1º turno – Haddad sem apoio de Lula

Jair Bolsonaro – 26%

Ciro Gomes – 12%

Fernando Haddad – 10%

Geraldo Alckmin – 9%

Marina Silva – 8%

João Amoêdo – 4%

Álvaro Dias – 4%

Henrique Meirelles – 2%

Guilherme Boulos – 1%

 

Atentado contra Bolsonaro

O ataque sofrido pelo candidato em Juiz de Fora apresentou efeitos positivos na pesquisa eleitoral.

99% dos entrevistados disseram ter conhecimento do ataque à faca contra Jair Bolsonaro, um número considerado impressionante pela XP. Isso mostra que a notícia penetrou todas as regiões e camadas sociais no País.

O ataque, segundo a pesquisa da XP, fez com que eleitores ficassem mais propensos a votar no candidato. 24% dos entrevistados disseram que o ataque aumentou a vontade de votar em Bolsonaro. O voto espontâneo nele também cresceu, passando de 16% para 20%.

A pesquisa também mostrou que, após sete semanas seguidas de rejeição crescente, ela caiu. Agora, 57% dos eleitores dizem que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum.

 

Sem Lula

O conhecimento de que Lula não vai disputar a eleição também se difundiu, já que o voto espontâneo nele caiu de 18% para 9%. Ou seja, 50% das pessoas que antes davam o nome de Lula como seu candidato agora já não o fazem.

 

Segundo turno

Nas projeções do segundo turno, Bolsonaro aparece atrás de Marina, Alckmin e Ciro Gomes. Nos dois primeiros casos, há empate técnico por conta da margem de erro. Contra Ciro, ele de fato perderia. Só contra Fernando Haddad ele estaria na frente, mas dentro da margem de erro. Confira os cenários:

Alckimin (37%) X Bolsonaro (36%)

Marina Silva (37%) X Bolsonaro (36%)

Ciro Gomes (40%) X Bolsonaro (35%)

Bolsonaro (40%) X Haddad (38%)

Em um embate Ciro X Alckmin, ambos aparecem com 35% das intenções de voto. Já Alckmin ganharia com grande margem contra Haddad em um eventual segundo turno, 38% contra 28%.

 

Fonte: Exame

 


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Mega-Sena pode pagar R$ 17 milhões nesta quinta
há 36 minutos atrás

Mega-Sena pode pagar R$ 17 milhões nesta quinta

Mega-Sena pode pagar R$ 17 milhões nesta quinta
Plano de saúde não pode ser cancelado no caso de aposentadoria por invalidez
há 45 minutos atrás

Plano de saúde não pode ser cancelado no caso de aposentadoria por invalidez

Plano de saúde não pode ser cancelado no caso de aposentadoria por invalidez
Aluno só será matriculado se estiver com as vacinas em dia
há 46 minutos atrás

Aluno só será matriculado se estiver com as vacinas em dia

Aluno só será matriculado se estiver com as vacinas em dia
¼ dos municípios brasileiros não tem política ou plano de gestão do saneamento básico, aponta IBGE
há 15 horas atrás

¼ dos municípios brasileiros não tem política ou plano de gestão do saneamento básico, aponta IBGE

¼ dos municípios brasileiros não tem política ou plano de gestão do saneamento básico, aponta IBGE
Juiz autoriza exame psiquiátrico em agressor de Bolsonaro
há 16 horas atrás

Juiz autoriza exame psiquiátrico em agressor de Bolsonaro

Juiz autoriza exame psiquiátrico em agressor de Bolsonaro