Logo Portal Ternura
30/09 - IBITINGA-SP
° °

Harry e Meghan deixarão de usar o título de 'alteza real'

Duque e duquesa de Sussex também disseram que não vão mais receber dinheiro público. Mudanças passam a valer no final de março.


O Palácio de Buckingham anunciou no sábado (18) que o príncipe Harry e sua mulher, Meghan Markle — duque e duquesa de Sussex — não vão mais utilizar o título de "alteza real". Além disso, deixarão de receber dinheiro público para os chamados "deveres reais".

No comunicado deste sábado, o Palácio de Buckingham afirmou que as mudanças valem a partir do fim de março deste ano.

A nota possui um trecho assinado pela rainha Elizabeth, de 93 anos. Ela afirma que "Harry, Meghan e Archie sempre serão membros muito amados da minha família". A monarca ainda agradeceu "por todo o trabalho dedicado em todo o país, na Commonwealth e além dela", e diz que está "particularmente orgulhosa de como Meghan se tornou tão rapidamente um membro da família."

O trecho assinado pelo Palácio de Buckingham reforça que "embora não possam mais representar formalmente a rainha, os Sussex deixaram claro que tudo o que fizerem continuará a defender os valores de Sua Majestade", e que "são gratos à Sua Majestade e à família real por seu apoio contínuo enquanto embarcam no próximo capítulo de suas vidas".

Harry e Meghan ainda deverão reembolsar o governo britânico pelos custos da reforma da residência na qual viviam. As obras foram orçadas em 2,4 milhões de libras, ou R$ 11,6 milhões.

Por fim, o Palácio de Buckingham não esclareceu como será o esquema de segurança para o duque e a duquesa de Sussex. "Existem processos independentes bem estabelecidos para determinar a necessidade de segurança com financiamento público", disse a nota.

 

Independência financeira

 

Camilla, duquesa de Cornwall, Elizabeth II, rainha da Inglaterra, Meghan, duquesa de Sussex, Harry, duque de Sussex e o príncipe William durante evento da Força Aérea Real britânica, em 10 de julho de 2018 — Foto: Tolga Akmen / AFP
Camilla, duquesa de Cornwall, Elizabeth II, rainha da Inglaterra, Meghan, duquesa de Sussex, Harry, duque de Sussex e o príncipe William durante evento da Força Aérea Real britânica, em 10 de julho de 2018 — Foto: Tolga Akmen / AFP

 

No último dia 8 de janeiro, o duque e a duquesa de Sussex anunciaram que iriam deixar a função de 'membros seniores' da família real para buscar a independência financeira.

Na última segunda-feira (14), após uma reunião de família na residência real de Sandringham, no leste da Inglaterra, a rainha Elizabeth concordou com seu filho Charles - herdeiro do trono – seus dois filhos - William e Harry - em realizar um período de transição para que o príncipe possa abandonar gradualmente seu papel de primeiro plano na realeza.

O casal alegou se sentir desconfortável com a pressão da mídia e disse que pretende abandonar seu papel de membros de primeira classe da família real, modificar seu relacionamento com a imprensa, dividir seu tempo entre Reino Unido e América do Norte e ser financeiramente independente.

Meghan ex-atriz americana de 38 anos que deixou sua carreira quando se casou com Harry em 2018, viajou para o Canadá na semana passada e reencontrou o pequeno Archie, filho do casal. A ex-atriz morou no país por causa da série de televisão "Suits", na qual trabalhava.

Leia na íntegra o comunicado do Palácio de Buckingham:

Declaração de Sua Majestade, a rainha

Após muitos meses de conversas e discussões mais recentes, congratulo-me por termos encontrado juntos um caminho construtivo e solidário para meu neto e sua família.

Harry, Meghan e Archie sempre serão membros muito amados da minha família.

Reconheço os desafios que enfrentaram como resultado de intenso escrutínio nos últimos dois anos e apoio o desejo de uma vida mais independente.

Quero agradecer a eles por todo o seu trabalho dedicado em todo o país, na Commonwealth e além dela, e estou particularmente orgulhoso de como Meghan se tornou tão rapidamente um membro da família.

É a esperança de toda a minha família que o acordo de hoje lhes permita começar a construir uma nova vida feliz e pacífica.

FIM

Declaração do Palácio de Buckingham

O duque e a duquesa de Sussex são gratos à Sua Majestade e à Família Real por seu apoio contínuo enquanto embarcam no próximo capítulo de suas vidas.

Conforme acordado neste novo arranjo, eles entendem que são obrigados a se afastar dos deveres reais, incluindo as nomeações militares oficiais. Eles não receberão mais fundos públicos para os deveres reais.

Com a bênção da rainha, os Sussex continuarão mantendo seus patrocínios e associações particulares. Embora não possam mais representar formalmente a rainha, os Sussex deixaram claro que tudo o que fizerem continuará a defender os valores de Sua Majestade.

Os Sussexes não usarão seus títulos de Sua Alteza Real, pois não são mais membros da Família Real.

O duque e a duquesa de Sussex compartilharam seu desejo de reembolsar as despesas do Sovereign Grant pela reforma do Frogmore Cottage, que continuará sendo sua casa familiar no Reino Unido.

O Palácio de Buckingham não comenta os detalhes dos arranjos de segurança. Existem processos independentes bem estabelecidos para determinar a necessidade de segurança com financiamento público.

Este novo modelo entrará em vigor na primavera de 2020.

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Bolsonaro sanciona lei com pena maior, de até cinco anos, para maus-tratos contra cães ou gatos
há 6 horas atrás

Bolsonaro sanciona lei com pena maior, de até cinco anos, para maus-tratos contra cães ou gatos

Bolsonaro sanciona lei com pena maior, de até cinco anos, para maus-tratos contra cães ou gatos
Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas
há 6 horas atrás

Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas

Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas
OIT: covid-19 tira emprego de 34 milhões na América Latina e Caribe
há 6 horas atrás

OIT: covid-19 tira emprego de 34 milhões na América Latina e Caribe

OIT: covid-19 tira emprego de 34 milhões na América Latina e Caribe
Sistema Único de Assistência Social recebeu mais de R$1 bilhão para enfrentar a Covid-19
há 6 horas atrás

Sistema Único de Assistência Social recebeu mais de R$1 bilhão para enfrentar a Covid-19

Sistema Único de Assistência Social recebeu mais de R$1 bilhão para enfrentar a Covid-19
Eleições 2020: Termina nesta quinta-feira (1º) prazo para Transferência Temporária de Eleitor
há 7 horas atrás

Eleições 2020: Termina nesta quinta-feira (1º) prazo para Transferência Temporária de Eleitor

Eleições 2020: Termina nesta quinta-feira (1º) prazo para Transferência Temporária de Eleitor