Logo Portal Ternura
24/06 - IBITINGA-SP
° °

No dia de conscientização do albinismo, atriz fala sobre falta de representatividade: 'Fica difícil se reconhecer'

Segundo a Organização das Nações Unidas, cerca de 18 mil pessoas têm algum tipo de albinismo no mundo. Data tem o objetivo de divulgar informação sobre a condição e evitar discriminação.



Atriz de Sorocaba disse que enfrentou dificuldades para aceitar albinismo (Foto: Camila Fontenele/Divulgação)
 

Quando criança, Heloísa Chirelli se olhava no espelho e não se reconhecia. A pele branca e sem melanina era diferente da pele dos pais. A condição, até então desconhecida por ela, fez com que surgissem dificuldades em se relacionar e começar novas amizades na escola.

As barreiras de aceitação, que permaneceram até a adolescência, precisaram ser superadas por meio de informação. Para a então criança de Sorocaba (SP), que se tornou atriz, a falta de representatividade é um dos piores problemas para quem tem albinismo.

 

“Uma pessoa albina ver outra pessoa albina nas mídias, na arte, na política e em tantos outros setores e áreas deixaria menos complicada a situação de quem busca se conhecer e entender seu papel”, afirma a atriz.

 

O Dia Mundial de Conscientização do Albinismo é celebrado nesta quarta-feira (13). A data, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU), busca divulgar informações sobre o albinismo para evitar a discriminação e celebrar conquistas. No mundo, cerca de 20 mil pessoas tem algum tipo de albinismo.

Ainda segundo a ONU, em algumas partes do mundo, pessoas albinas são caçadas e mutiladas. A África é o continente em que mais existem albinos, sendo que em alguns países a média é de uma pessoa albina a cada 1,4 mil.

 Albinismo é mais frequente em países da África  (Foto: Organização das Nações Unuidas/ACNUR/H. Caux/Divulgação)
Albinismo é mais frequente em países da África (Foto: Organização das Nações Unuidas/ACNUR/H. Caux/Divulgação)

 

Em entrevista ao G1, Heloísa Chirelli, de 24 anos, contou que tinha dificuldades em se conectar com outras pessoas até iniciar a carreira no teatro, aos 13 anos.

 

“A relação de uma pessoa com o corpo vai se dando ao longo da vida. O entendimento de uma criança em relação a si própria é complicado, pois não temos o discernimento de entender o porquê somos diferentes.”

 

Para ela, são os albinos que "sentem na pele" a falta de informação e discussão, até mesmo dentro de famílias em que algum membro tem a anomalia.

“O olhar das pessoas é muito confuso, pois há quem ache que é doença. Eu, por exemplo, só fui descobrir que tenho uma disfunção ocular - por conta do albinismo - porque fiz acompanhamento com oftalmologista”, relata.

De acordo com o médico oftalmologista João Soranz Filho, os albinos precisam de diversos cuidados que vão muito além da pele. “Como o albino não tem pigmentação no corpo – a famosa melanina -, dentro dos olhos eles não têm uma camada de células que refletem algumas cores e imagens. Infelizmente, ainda não há tratamento para isso”, afirma.

 Atriz de Sorocaba (SP) releva ter descoberto problema nos olhos causados pelo albinismo (Foto: Camila Fontenele/Divulgação)
Atriz de Sorocaba (SP) releva ter descoberto problema nos olhos causados pelo albinismo (Foto: Camila Fontenele/Divulgação)
 

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem aproximadamente cinco tipos de albinismo, tido como uma condição congêtica, em que diversos genes podem estar envolvidos nas causas.

As principais características - as cores da pele, dos olhos e dos cabelos - são causadas pela falta de melanina.

 Para atriz de Sorocaba (SP) a falta de representatividade deixa de levar informação às famílias (Foto: Heloísa Chirelli/Arquivo Pessoal)
Para atriz de Sorocaba (SP) a falta de representatividade deixa de levar informação às famílias (Foto: Heloísa Chirelli/Arquivo Pessoal)

 

Representatividade

 

Mas não é necessário ir muito longe para se deparar com a tão falada “falta de representatividade”. Heloísa afirma que “perdeu oportunidades de emprego” em áreas que tinha contato direto com o público. "Não é apenas cuidado com o sol e com a pele, é muito mais do que isso”, diz.

Para a socióloga e antropóloga Josefina de Fatima Tranquilin, a representatividade ajuda a construir cidadania fora do padrão em que busca colocar todos os sujeitos dentro de uma classe social, raça ou gênero e por meio das representatividades, os sujeitos se reconhecem tal como o são.

"Quando uma criança albina não se vê representada nos produtos que ela consome, como os desenhos, as séries infantis e brinquedos, ela não se reconhece como fazendo parte do mundo, se vê diferente e "anormal". Por isso, as representatividades para as crianças são ainda mais importantes", diz Fina.

 

'Foi uma surpresa'

 

Heloísa nasceu em Capivari (SP) e afirma que acredita que ser albina foi uma surpresa aos seus pais e toda a família. Ao G1, a atriz contou que é a única albina na família, por isso os parentes precisaram buscar informações para ela.

“Imagina a dificuldade: há 20 anos não havia internet, morávamos em uma cidade pequena e não havia médicos especialistas em albinismo. Minha família é simples, então tudo que precisaram aprender para me passar foi na raça”, diz.

 Grupo em rede social busca levar informação aos albinos e famílias  (Foto: Facebook/Reprodução)
Grupo em rede social busca levar informação aos albinos e famílias (Foto: Facebook/Reprodução)
 

Em uma rede social, Heloísa encontrou em um grupo chamado “Albinos do meu Brasil e do mundo”, em que troca informações e experiências entre albinos. Segundo ela, até pais de bebês albinos entram para o bate-papo.

 

“A sociedade prega que temos que ser iguais, nunca dizem que precisamos ou podemos ser diferentes", diz.

 

 Teatro ajudou a então adolescente a se descobrir e se aceitar  (Foto: Heloísa Chirelli/Arquivo Pessoal)
Teatro ajudou a então adolescente a se descobrir e se aceitar (Foto: Heloísa Chirelli/Arquivo Pessoal)


Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Estudante arrastada por 200 metros em SP sai do coma; estado ainda é grave
há 18 horas atrás

Estudante arrastada por 200 metros em SP sai do coma; estado ainda é grave

Estudante arrastada por 200 metros em SP sai do coma; estado ainda é grave
PRF apreende 872 quilos de cocaína no Paraná; tabletes têm foto de Pablo Escobar
há 18 horas atrás

PRF apreende 872 quilos de cocaína no Paraná; tabletes têm foto de Pablo Escobar

PRF apreende 872 quilos de cocaína no Paraná; tabletes têm foto de Pablo Escobar
Jair Bolsonaro pede ao STF para ser absolvido da acusação de racismo
há 18 horas atrás

Jair Bolsonaro pede ao STF para ser absolvido da acusação de racismo

Jair Bolsonaro pede ao STF para ser absolvido da acusação de racismo
Petrobras recorrerá ao Supremo de decisão do TST na qual perdeu causa de R$ 15 bi
há 18 horas atrás

Petrobras recorrerá ao Supremo de decisão do TST na qual perdeu causa de R$ 15 bi

Petrobras recorrerá ao Supremo de decisão do TST na qual perdeu causa de R$ 15 bi
Com jogo do Brasil, varejo recua 36,6% na manhã de sexta, mas padarias vendem mais, aponta pesquisa
há 18 horas atrás

Com jogo do Brasil, varejo recua 36,6% na manhã de sexta, mas padarias vendem mais, aponta pesquisa

Com jogo do Brasil, varejo recua 36,6% na manhã de sexta, mas padarias vendem mais, aponta pesquisa