Logo Portal Ternura
21/09 - IBITINGA-SP
° °

Prefeitura de SP usa Waze como ferramenta para proteger moradores de rua do frio



Foto: Divulgação

 

Diante das previsões de recorde de frio para 2019 na Região Sudeste do Brasil nesse fim de semana, com temperaturas em um dígito na capital paulista, a Prefeitura de São Paulo começa a veicular na cidade a segunda fase de uma campanha publicitária, criada pela agência Lua Propaganda, com o objetivo de conscientizar a população paulistana sobre como as baixas temperaturas do inverno afetam as pessoas que vivem em situação de rua. Intitulada “Não Seja Frio”, a ação mostra o trabalho de acolhimento que é feito por agentes municipais por meio do número 156 de telefone, que está entre os principais canais de comunicação da população com a Prefeitura.

Na sua primeira fase, a campanha chamou a atenção da população porque utiliza fotos de verdadeiros moradores da cidade que vivem em situação de rua em relógios de rua, cartazes em abrigos de ônibus e no metrô paulistano – um modal de mídia denominado out of home (OOH). Agora, uma iniciativa inovadora que integra a campanha é um anúncio veiculado durante as noites de frio mais intenso, divulgando mensagens para alertar usuários do serviço de navegação por satélite Waze no sentido de que acionem, pelo telefone 156, os agentes de acolhimento da prefeitura, sempre que virem alguma pessoa em situação de rua que possa estar passando frio pela cidade.

Mensagens por telefone celular também serão enviadas, durante as madrugadas, a taxistas e motoristas de veículos compartilhadosque atuam por meio de aplicativos. Acordos nesse sentido já estão sendo negociados entre a prefeitura e a SP Taxi, bem como com empresas de aplicativos de transporte. A campanha conta ainda com comercial para televisão, spot para rádio e ações em redes sociais. Tudo com o intuito de despertar a solidariedade da população paulistana para que ligue para o telefone 156 a fim de que seja feito, durante os períodos mais frios do ano, o acolhimento dos cidadãos que se encontram vivendo em situação de rua, um público altamente heterogêneo e com diferentes níveis de vulnerabilidade.

As baixas temperaturas durante o inverno se tornam pesaroso problema para aqueles que se encontram em situação de rua e isso se agrava quando a cidade registra níveis inferiores a 13 graus Celsius. “Um dos três pilares definidos como prioritários pelo Prefeito Bruno Covas é o de proteger as pessoas que vivem em São Paulo. Essa campanha vai exatamente nesse sentido”, afirma Marco Antônio Sabino, Secretário de Comunicação da Prefeitura de São Paulo.

A nova etapa da campanha está prevista para ser deflagrada na mídia todas as vezes que as previsões do tempo sejam de que o frio do inverno se intensifique na cidade, entrando no que o poder público municipal chama de “Estado de Alerta”. O frio moderado, mais comum na cidade, é considerado como “Estado de Atenção”.


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados
há 1 hora atrás

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados
B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi
há 2 horas atrás

B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi

B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado
há 2 horas atrás

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado
Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia
há 2 horas atrás

Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia

Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia
Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica
há 2 horas atrás

Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica

Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica