Logo Portal Ternura
21/10 - IBITINGA-SP
° °

Sebastião Barbosa toma posse como presidente da Embrapa

Engenheiro agrônomo é especialista no estudo de insetos e já atuou em agência da ONU antes de se aposentar pela estatal.



Crédito: Massa News

 

O pesquisador e engenheiro agrônomo Sebastião Barbosa tomou posse nesta quarta-feira (10) como novo presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A cerimônia de posse foi realizada no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Michel Temer.

Vinculada ao Ministério da Agricultura, a Embrapa é uma empresa pública que desenvolve pesquisas em diferentes cadeias produtivas da agricultura e pecuária, com 42 unidades de pesquisa e sete unidades centrais. A estatal tem 9,6 mil empregados, dos quais 2,4 mil são pesquisadores.

Barbosa assume a Embrapa para um mandato de três anos. Ele substitui Maurício Lopes, que concluiu o segundo mandato à frente da empresa e retomará a função de pesquisador. Lopes estava na presidência da empresa desde 2012.

 

Seleção

 

De acordo com a Embrapa, a escolha do novo presidente seguiu o processo estabelecido pela lei das estatais, sancionada em 2016 e que definiu, entre outros pontos, critérios para a nomeação dos dirigentes dessas empresas.

O processo seletivo teve 16 candidatos inscritos. O Conselho de Administração da Embrapa analisou os currículos e três concorrentes seguiram para a fase de entrevistas. O melhor avaliado teve o nome submetido para aprovação prévia da Casa Civil.

Segundo a Embrapa, o novo presidente dará continuidade ao processo de revisão estrutural e funcional da estatal, que teve início em 2015. Entre os principais objetivos da revisão estão uma maior aproximação com o setor produtivo e o fortalecimento de mecanismos de parceria público-privada com universidades e institutos federais.

 

Perfil

 

Conforme o currículo informado pela Embrapa, Sebastião Barbosa é engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa (1967), com mestrado em entomologia (1973) e doutorado em entomologia e manejo integrado de pragas pela Mississippi State University (1974).

Pesquisador aposentado da Embrapa e especialista no estudo de insetos (entomologia), Barbosa ingressou na estatal em 1976. Exerceu diversas atividades na empresa, entre as quais, a coordenação de cooperação internacional e a chefia-geral da Embrapa Algodão, centro de pesquisa localizado em Campina Grande (PB).

Barbosa também atuou por 17 anos (1985-2002) na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Trabalhou no Serviço de Proteção de Plantas, em Roma, e no escritório para a América Latina e o Caribe, em Santiago.

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Google vai cobrar até US$ 40 para incluir Play Store e outros apps no Android em países da UE
há 5 horas atrás

Google vai cobrar até US$ 40 para incluir Play Store e outros apps no Android em países da UE

Google vai cobrar até US$ 40 para incluir Play Store e outros apps no Android em países da UE
Trump diz não estar satisfeito com explicação saudita sobre morte de Khashoggi
há 5 horas atrás

Trump diz não estar satisfeito com explicação saudita sobre morte de Khashoggi

Trump diz não estar satisfeito com explicação saudita sobre morte de Khashoggi
Celulares migram para horário de verão na data errada; saiba reverter
há 6 horas atrás

Celulares migram para horário de verão na data errada; saiba reverter

Celulares migram para horário de verão na data errada; saiba reverter
Crânio do fóssil Luzia é recuperado dos escombros do Museu Nacional
há 6 horas atrás

Crânio do fóssil Luzia é recuperado dos escombros do Museu Nacional

Crânio do fóssil Luzia é recuperado dos escombros do Museu Nacional
Mega-Sena, concurso 2.089: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 18 milhões
há 6 horas atrás

Mega-Sena, concurso 2.089: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 18 milhões

Mega-Sena, concurso 2.089: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 18 milhões