Toneladas de peixes cobrem areia em pescaria recorde no litoral de SP: 'Loucura'

Mais de nove toneladas de peixes foram pescadas em apenas uma rede em Bertioga (SP). Situação atípica acabou virando atração turística na cidade.


Toneladas de peixes foram recolhidas em apenas uma rede de pesca em Bertioga, no litoral de São Paulo, durante o fim de semana. A quantidade foi tão grande que cobriu grande parte da praia da Enseada e atraiu olhares curiosos. Moradores, turistas e pescadores levaram muitos peixes para casa. Outra parte foi vendida. Após o episódio, o 'pescador sortudo' diz que bateu o seu recorde.

O pescador artesanal Wesley Shkola, de 38 anos, trabalha com a pescaria de arrasto. Ele joga redes em forma de saco no mar e todos os peixes ficam retidos nela. Na última sexta-feira (10), ele saiu para o trabalho, por volta das 6h30. Como faz todos os dias, ele e seus ajudantes jogaram a rede no mar a cerca de 700 metros da beira da praia da Enseada. Mas, desta vez, tiveram uma surpresa.

“Colocamos a rede e começamos a puxar. Quando vimos veio muito peixe. O peixe dentro da água não pesa tanto, ele pesa mais perto do raso. No carnaval, peguei uma quantidade boa. Mas, dessa vez, foi em um lance só, umas nove toneladas. Eu tenho uma equipe de 15 pessoas. Quando veio aquela quantidade, tinha turista que ajudou, pessoal de rua, moradores. Foi uma pesca muito comunitária. Muita gente se surpreendeu”, contou ele.

A maioria dos peixes é da espécie oveva, que medem cerca de 30 cm de comprimento, e grande parte deles estava vivo. Os peixes ficaram espalhados pela areia da praia. Alguns ficaram com os pescadores, outros com turistas e moradores. A quantidade era tão grande que foi preciso direcionar os peixes para outro local.

O pescador acionou a 'Peixaria da Luiza', comércio da cidade para onde vende parte dos seus peixes. A filha do dono da peixaria, Mayara Oliveira Lopes, conta que destinou três carros e um caminhão para recolher os animais. Ela também foi ao local verificar a quantidade de peixe que tinha sido recolhida do mar.

“Geralmente esse peixe vem em dezembro, janeiro e fevereiro. Mas deu agora essa quantidade grande. O peixe é assim, um dia vem muito, outro não. Foi uma loucura. Muita gente da cidade levou para casa. Mas os peixes não ficam muito tempo lá na areia, tem que recolher logo senão estraga. Nosso trabalho foi esse. Tinha até retroescavadeira para ajudar. A gente gastou muito gelo, gastamos toneladas de gelo”, conta ela.

 Muitas pessoas ajudaram a retirar os peixes da rede, em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)
Muitas pessoas ajudaram a retirar os peixes da rede, em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)
 

Mayara diz que comprou cerca de seis toneladas de peixe. Como não tem tanto mercado na cidade e o valor da venda da espécie não é muito alta, cerca de 5 toneladas de peixe serão enviadas ao Centro Estadual de Abastecimento (CEASA), em São Paulo, onde serão vendidos em forma de atacado.

Após o episódio, o diretor do Departamento de Operações Ambientais (DOA) da Prefeitura de Bertioga, Nelson Jorge de Castro, ficou a par da situação e disse que a pesca de arrasto é legal na cidade. Fiscais da DOA realizaram um acompanhamento no local e não detectaram nenhuma irregularidade quanto à pesca. Segundo Castro, o pescador é devidamente cadastrado como profissional da área e está com a documentação e estrutura regularizada.

“A gente não encarou como uma pesca predatória. Ele teve sorte porque ele foi 'premiado'. Foi um cardume bem grande. Faz muitos anos que não ocorre uma pesca nesse padrão aqui na região. Não tem nada ilegal, está dentro dos parâmetros da legislação”, afirmou Castro.

Já para o pescador, esse dia ficará marcado. Ele conta que vivia em um período ruim e de do nada, capturou uma grande quantidade de peixe de uma vez só. “Esse aí, por enquanto, é meu recorde. São peixes da época. Dei a sorte de pegar o cardume todo. Em setembro não estava pescando nada, estava muito fraco de peixe. Por sorte, Deus me abençoou e eu pesquei. Foi sorte”, falou.

 

Legislação
 

A Resolução da Secretaria do Meio Ambiente nº51/2012, do Governo do Estado de São Paulo, regula o exercício de atividades pesqueiras profissionais realizadas com o uso de redes nas praias inseridas nos limites da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Centro (APA Marinha).

De acordo com a lei, é permitido o exercício da pesca profissional de espécies diversas com a utilização dos petrechos denominados arrasto-de-praia (ou lanço-de-praia ou arrastão-de-praia), entre 9h e 19h, de março a novembro, e não poderão ser utilizados em áreas até 500 metros em direção ao mar e nas margens adjacentes.

 Retroescavadeiras, carros e caminhões ajudaram os moradores a retirarem os peixes da praia da Enseada, em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)
Retroescavadeiras, carros e caminhões ajudaram os moradores a retirarem os peixes da praia da Enseada, em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)
 
 Peixaria levou parte dos pescados que foram recolhidos em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)
Peixaria levou parte dos pescados que foram recolhidos em Bertioga (Foto: Mayara Oliveira Lopes/Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Claudia Rodrigues é internada às pressas em hospital em SP, e estado de saúde não é bom
há 14 horas atrás

Claudia Rodrigues é internada às pressas em hospital em SP, e estado de saúde não é bom

Claudia Rodrigues é internada às pressas em hospital em SP, e estado de saúde não é bom
'Não temos nenhum rastro do submarino', diz Marinha argentina
há 14 horas atrás

'Não temos nenhum rastro do submarino', diz Marinha argentina

'Não temos nenhum rastro do submarino', diz Marinha argentina
Kombi com mais de R$ 25 milhões em multas é apreendida em SP
há 14 horas atrás

Kombi com mais de R$ 25 milhões em multas é apreendida em SP

Kombi com mais de R$ 25 milhões em multas é apreendida em SP
 CCJ da Câmara dá aval para proposta que prevê fim do foro privilegiado
há 15 horas atrás

CCJ da Câmara dá aval para proposta que prevê fim do foro privilegiado

CCJ da Câmara dá aval para proposta que prevê fim do foro privilegiado
Quer comprar na Black Friday? Veja dicas para aproveitar os descontos e evitar furadas
há 15 horas atrás

Quer comprar na Black Friday? Veja dicas para aproveitar os descontos e evitar furadas

Quer comprar na Black Friday? Veja dicas para aproveitar os descontos e evitar furadas