Araraquara bate recorde com 9 mortes por Covid; prefeitura não divulga taxa de ocupação de UTI

Mais 129 casos da doença foram registrados, somando 15.214. Cidade tem crise hospitalar com aumento de casos, internações e mortes e mantém medidas restritivas de circulação.

Compartilhe:

Araraquara (SP) confirmou mais 9 mortes por Covid-19, recorde diário, e soma 234, de acordo com o boletim do Comite de Contingência divulgado pela prefeitura, nesta sexta-feira (5). Mais 129 casos da doença foram registrados, somando 15.214.

A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva não foi divulgada no boletim pela primeira vez.

Questionada pelo G1, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que por enquanto não vai informar a taxa, porque a cidade abre leitos de UTI e enfermaria todos os dias e o "comitê julga que ela não reflete a realidade das unidades hospitalares".

A reportagem questionou o número de leitos para Covid disponibilizados pela cidade nesta sexta e aguarda posicionamento.

Em entrevista à EPTV, afiliada da Rede Globo, a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain, disse que na manhã desta sexta-feira havia 3 pacientes aguardando vagas para internação, um deles para uma vaga de UTI.

Segundo a secretária, na área da Diretoria Regional de Saúde III, que engloba Araraquara e mais 23 municípios, há carência de 40 leitos atualmente. "A situação é crítica na região de Araraquara é todo mundo precisa colaborar", afirmou.

A cidade, que tem medidas restritivas de circulação, enfrenta uma crise hospitalar com aumento de casos, internações e mortes pela doença. A identificação da variante brasileira do novo coronavírus em 29 pacientes pode ter relação com a alta, segundo a prefeitura.

Na quinta-feira (4), um novo decreto proíbe cultos religiosos presenciais e aglomerações com mais de cinco pessoas em locais públicos e privados. O acesso a parques e praças também está proibido.

Um estudo do Instituto de Medicina Tropical da USP encontrou a variante em 93% dos casos analisados na cidade.

 

Recorde de óbitos no ano

Os nove óbitos desta sexta são:

  • Homem de 89 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede privada desde o dia 23 de fevereiro.
  • Mulher de 70 anos, com comorbidades, internada em hospital da rede pública desde o dia 6 de fevereiro.
  • Homem de 60 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede privada desde o dia 13 de fevereiro.
  • Homem de 73 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede privada desde o dia 22 de fevereiro.
  • Mulher de 79 anos, sem comorbidades, internado em hospital da rede privada desde o dia 15 de fevereiro.
  • Homem de 52 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede pública desde o dia 3 de março.
  • Homem de 59 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede privada desde o dia 12 de fevereiro.
  • Homem de 57 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede pública desde o dia 28 de fevereiro.
  • Homem de 34 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede pública desde o dia 3 de março.

Esse foi o maior número de mortes já registrado em um único dia na cidade desde o início da pandemia. O recorde anterior era de 7 mortes no dia 25 de fevereiro.

A cidade tem mortes pela doença há 24 dias seguidos, sendo 29 óbitos em apenas 5 dias de março.

Também já tem recorde de mortes neste ano com 142. No ano passado foram 92 em 10 meses.

 

Novos casos

Nesta sexta, a cidade registrou mais 129 casos da doença, sendo 84 casos positivos de amostras analisadas na Unesp e na UPA da Vila Xavier (23% de 372 amostras). Outros 45 foram positivados em laboratórios particulares.

Do total de confirmados, 897 permanecem em quarentena e 14.083 já saíram. Aguardam resultado de exames 328 amostras.

Somente em março foram confirmados 640 casos.

 

Taxa de ocupação de leitos não divulgada

Ao contrário do que vinha fazendo desde o início da pandemia, o boletim do comitê não trouxe a taxa de ocupação de leitos de UTI e enfermaria pela primeira vez. Na quinta, a cidade tinha 91% de ocupação de UTI e 94% de enfermaria.

O município tem 204 pacientes internados, 14 a menos em relação a quinta-feira. Destes, 129 estão em enfermaria – 5 suspeitos e 124 confirmados. E 75 casos estão na UTI - 1 suspeito e 74 confirmados. Do total de 204 internados, 162 são moradores de Araraquara e 42 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

A Santa Casa de Araraquara tem 18 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 36 pacientes e o Hospital de Campanha tem 45 pacientes.

Três pacientes estão aguardando transferência para unidades hospitalares na UPA da Vila Xavier.

No domingo (28), o governo do estado autorizou a abertura de mais 40 leitos em Araraquara e Américo Brasiliense.

 

Abertura do comércio

Novos decretos fazem retomada gradual das atividades econômicas do município, após o 'lockdown' iniciado em 21 de fevereiro para conter a disseminação do vírus.

Até 9 de março, a circulação de veículos e pessoas será apenas permitida para a finalidade de aquisição de produtos e prestação de serviços permitidos pelo decreto. Fica mantida a obrigatoriedade de documento justificando a circulação, com possibilidade de multa de R$ 120.

 

 

Fonte: G1

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Mais notícias sobre Regional

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Polícia Civil apreende celulares em praça de Bauru; aposentado foi preso por receptação

Polícia Civil apreende celulares em praça de Bauru; aposentado foi preso por receptação

Kits merenda de Iacanga são entregues nesta quarta-feira (14) na escola José Ferraz

Kits merenda de Iacanga são entregues nesta quarta-feira (14) na escola José Ferraz

Deputado Federal Dr. Sinval Malheiros visita o Hospital São Sebastião

Deputado Federal Dr. Sinval Malheiros visita o Hospital São Sebastião

Mais notícias sobre Regional

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Ribeirão Bonito cria 'cesta básica emergencial' para ajudar pessoas prejudicadas pela pandemia

Polícia Civil apreende celulares em praça de Bauru; aposentado foi preso por receptação

Polícia Civil apreende celulares em praça de Bauru; aposentado foi preso por receptação

Kits merenda de Iacanga são entregues nesta quarta-feira (14) na escola José Ferraz

Kits merenda de Iacanga são entregues nesta quarta-feira (14) na escola José Ferraz

Deputado Federal Dr. Sinval Malheiros visita o Hospital São Sebastião

Deputado Federal Dr. Sinval Malheiros visita o Hospital São Sebastião

Publicidade