Borborema se despede de Hilário Cristofolini

Compartilhe:

Texto: José Commandini Neto

Jornalista Profissional

 

Na manhã de terça-feira, 03/10, falecia na cidade de Bauru (SP), o sacerdote, escritor e jornalista Hilário Cristofolini. Hilário tinha por esposa a psicóloga Rosane Audi, onde junto com ela enfrentou e superou muitos desafios, impressionando a todos com sua alegria, sabedoria e vitalidade.

Como escritor possui dezenas de livros publicados onde se destacavam autobiografias, biografias, livros de autoajuda e sobre candidatos à beatificação. Hilário contava sempre com a ajuda da esposa Rosane nas pesquisas de informações, sobre os temas e assuntos de seus livros. Também colaborou com Folha de Borborema e o Jornal A Tribuna, com matérias sobre o cotidiano e assuntos de grande expressão.

Cresceu em uma cidade do interior de Santa Catarina, chamada Rio do Sul, onde no sitio da família teve contato com a terra, com os animais e plantas. Ainda muito novo Hilário sentiu o chamado para ser sacerdote e aos 12 anos entrava para o seminário. Foi ordenado sacerdote, mas exerceu o ministério muito pouco em paróquia. Gostava de viajar e conhecer novas culturas, conhecendo países como a Itália, França, Espanha, Portugal e Inglaterra.

Aos 33 anos, em 1970, sofreu um grave acidente automobilístico, que o deixou paraplégico. Tornando-se exemplo de força, coragem e garra por encarar sua nova situação com sorriso e inspiração para tornar-se um escritor de talento. No ano de 1981, o então padre Hilário, foi convidado a testemunhar e celebrar uma missa para portadores de necessidades especiais, no Rio de Janeiro (RJ). Era o Ano Internacional das Pessoas Deficientes pelas Nações Unidas.

Em entrevista para emissoras de televisão destacou a necessidade de ações e medidas urgentes, para incluir na sociedade e dar melhores condições de vida aos portadores de necessidades especiais.

A borboremense Rosane Audi assistiu a entrevista, se interessando pelo assunto e passou a participar do movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes, em São Paulo (SP), onde Hilário atuava. Rosane, que na infância contraiu poliomielite com apenas oito meses, se apaixonou por Hilário e percebeu que o sentimento era reciproco. O então sacerdote, em 1987, pediu a dispensa do sacerdócio, e se uniu em matrimônio com Rosane.

Hilário que cresceu em uma cidade do interior não demorou a se adaptar a pequena cidade de Borborema (SP), vindo a residir com Rosane, município que ela possui familiares.

Entre os livros autobiográficos destacamos "Loteria da Felicidade: Eu fiz 13 pontos", "Deus Mora na Contramão", sobre sua história, que ficou na lista dos mais vendidos nos anos 80.

Hilário faleceu aos 81 anos de idade, às 10h, e seu corpo foi velado em um dos lugares que mais o agradava, o Recanto Genô, de sua propriedade. Na manhã de quarta-feira, 04/10, foi celebrada uma emocionante missa de corpo presente, com a presença de amigos e familiares, e às 13h, ocorreu o seu sepultamento no Cemitério Municipal.

Compartilhe:

Comentários (1)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Silvio Dantas • há 2 anos

Fui apresentado ao então Padre Hilário, lendo o livro Deus Mora na Contra Mão ainda nos anos 70 e não imaginava que algum dia eu também estaria numa cadeira de rodas... a leitura do livro me ajudou demais, mesmo havendo um bom espaço de tempo entre a leitura do livro e a minha deficiência. Que Deus o tenha em seu reino de paz

Publicidade

Publicidade

Mais notícias sobre Regional

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Homem morre ao ser atropelado por carro na Rodovia Washington Luís em Araraquara

Homem morre ao ser atropelado por carro na Rodovia Washington Luís em Araraquara

Homem é morto a facadas na porta de casa em Botucatu

Homem é morto a facadas na porta de casa em Botucatu

Homem é socorrido com queimaduras após explosão de celular em Cândido Mota

Homem é socorrido com queimaduras após explosão de celular em Cândido Mota

Publicidade

Mais notícias sobre Regional

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Pai e filho morrem em acidente com três caminhões em rodovia de Avaré

Homem morre ao ser atropelado por carro na Rodovia Washington Luís em Araraquara

Homem morre ao ser atropelado por carro na Rodovia Washington Luís em Araraquara

Homem é morto a facadas na porta de casa em Botucatu

Homem é morto a facadas na porta de casa em Botucatu

Homem é socorrido com queimaduras após explosão de celular em Cândido Mota

Homem é socorrido com queimaduras após explosão de celular em Cândido Mota

Publicidade