Logo Portal Ternura
04/07 - IBITINGA-SP
° °

'Não foi pesca, foi caça', diz jovem que capturou peixe de 36 kg em represa de Taquaritinga, SP

Segundo o azulejista Igor Ferreira, carpa ficou presa em barranco depois que nível da água aumentou devido às chuvas. Foto viralizou na internet e pescadores tentam a sorte no local.


O azulejista Igor Ferreira diz ter vivido uma aventura ao capturar com as próprias mãos uma carpa de 36 quilos na represa do Parque Municipal de Taquaritinga (SP). O peixão ficou preso em um barranco, após o nível da água aumentar em decorrência das chuvas.

“Levamos até um susto na hora. Grudei em cima e ele querendo escapar. Enfiei a mão na guelra dele, na boca e fui puxando. Mas, eu não aguentava o peso. Meu amigo chegou, nós grudamos e tiramos da água. Não foi pesca, foi uma caça. Foi divertido, emocionante”, afirma.

A pescaria aconteceu na manhã de sexta-feira (3) e, horas depois, a foto de Igor e do amigo carregando a carpa amarrada a um tronco de madeira viralizou na internet. O azulejista conta que sempre pesca na represa, mas nunca pegou um peixe tão grande e pesado.

“Já pegaram peixe grande, mas desse tamanho nunca. Acho que nenhuma vara tira um peixe daquele tamanho, só na aventura mesmo. Tem que ser no braço, como a gente fez. Quem ouve pensa que é história de pescador, mas é verdade”, brinca.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, apesar de janeiro ser período de Piracema, quando ocorre a reprodução dos peixes e a pesca é proibida, a captura da carpa não pode ser considerada crime porque essa espécie não é nativa. O peixão de Taquaritinga já foi para a panela.

“A gente já foi limpando, picando, tirando os filés, a mãe jogando na frigideira. Foi bom, foi bom de verdade”, comemora Igor.

O azulejista Igor Ferreira (direita) e o amigo carregam a carpa de 36 kg em Taquaritinga, SP — Foto: Reprodução/EPTV
O azulejista Igor Ferreira (direita) e o amigo carregam a carpa de 36 kg em Taquaritinga, SP — Foto: Reprodução/EPTV

 

Repercussão

 

A captura da carpa virou assunto em Taquaritinga. O bombeiro Flávio Aparecido Batista, que tem o hábito de pescar na represa da cidade, conta que viu o peixe de perto. Ele diz que antes desse, só tinha visto um pintado que pesava 22 quilos.

“É fato verídico, verdadeiro, o peixe está no freezer, na casa de um amigo. Acho até que já cortaram, mas a prova está lá”, afirma. “A gente pesca nesse lugar com frequência, mas um peixe desse tamanho nunca pesquei, deu inveja”, completa.

O estudante Felipe Flores, de 9 anos, também diz que viu o peixão de perto e ficou impressionado. “Era maior que eu. Tinha uns 33 quilos. Grande, né?! Nunca tinha visto um desses. Deve dar uma bela carne, hein?!”, afirma.

O pedreiro Marcelo Gomes conta chegou a duvidar da história, mas, quando chegou à represa para pescar tilápias na manhã deste sábado, alguns amigos lhe mostraram as fotos e ele ficou espantado com o tamanho da carpa.

“Toda vez que chover e encher a represa, vou descer. Quem sabe? Na vara não tem como pegar um peixe desses. Quem sabe na próxima vez, se estiver lá embaixo, encalha outro peixe e eu pego? Abraço com tudo e levo embora”, diz.

A carpa de 36 kg capturada às margens da represa de Taquaritinga, SP — Foto: Reprodução/EPTV
A carpa de 36 kg capturada às margens da represa de Taquaritinga, SP — Foto: Reprodução/EPTV

 

Fonte: G1


Comentários (6)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Marcelo de souza Souza - há 5 meses atrás

Poxa irmão, se vc estivesse passando dificuldades tudo bem, mas matar um peixe desse porte simplesmente pela carne, chega a ser egoísmo, já que ainda estava vivo, vc poderia ter soltado, provavelmente esse peixe passou por muitas lutas pra chegar a esse tamanho, aí vem vc seu morto de fome, e acaba com a vida do peixe, que pai desnaturado vc vai ser no futuro, parabéns pelo seu egoísmo e falta de ética esportiva, seu burro

Comentarista plantão - há 5 meses atrás

Acho que esse comentário a baixo é desnecessário, cara pode mostrar que fico triste sim por conta de matar um peixe nesse porte,mas antes de qualquer comentário ou crítica a pessoa tem que ter o minimo de educação e primeira mente ter respeito ao proximo quér mostra ser tão cordial com a morte do peixe mas ai esquece que o outro que esta do outro lado é um ser vivo tbm sente mal tbm por escutar palavra ou atitude de pessoas sem educação e sem respeito quando for fazer uma crítica faz construtiva não destrutiva que acaba com a pessoa e com vc mesmo,critica elogios e reclamações só são bem acatadas quando é com educação e respeito !

Gerson Ramos - há 5 meses atrás

Olha so deram sorte que ela nao "escarpou" kkk

Gerson Ramos - há 5 meses atrás

Ja pensou se ela escarpa kkkkkk

Luis Sartorato - há 5 meses atrás

Sr Ativista (que nunca deve ter ido à uma represa ), o peixe estava encalhado e fatalmente iria morrer e servir de alimento para abutres. Além disso, ser indelicado e chamar o coitado do azulejista de burro, já demonstra o idiota que vc é. Outra coisa, a pesca não foi predatória, caso contrário, os agentes da ambiental teriam atuado o azulejista. Então, não publique idiotice....seu ASNO

Douglas Afonso - há 5 meses atrás

Com certeza irá saciar a fome da família dele. Como não conheço a vida do guerreiro que pegou o peixe não o julgo e ainda se conhecesse não o julgaria!
Há menos que o cidadão do comentário abaixo conheça o sortudo e saiba que o mesmo matou o peixe apenas por prazer e não para comer, seria bom deixar a cargo de Deus julgar tal ato.

Regional

mais notícias

Dom Paulo Cezar é nomeado membro do dicastério para a promoção da unidade dos cristãos
há 8 horas atrás

Dom Paulo Cezar é nomeado membro do dicastério para a promoção da unidade dos cristãos

Dom Paulo Cezar é nomeado membro do dicastério para a promoção da unidade dos cristãos
Prefeitura de Borborema construirá calçadas e passarelas na avenida da rodoviária
há 10 horas atrás

Prefeitura de Borborema construirá calçadas e passarelas na avenida da rodoviária

Prefeitura de Borborema construirá calçadas e passarelas na avenida da rodoviária
Prefeitura de Itápolis realiza manutenção do Parque Infantil do Jardim Itauera
há 10 horas atrás

Prefeitura de Itápolis realiza manutenção do Parque Infantil do Jardim Itauera

Prefeitura de Itápolis realiza manutenção do Parque Infantil do Jardim Itauera
Itápolis recebe trator do Programa Cidadania no Campo
há 11 horas atrás

Itápolis recebe trator do Programa Cidadania no Campo

Itápolis recebe trator do Programa Cidadania no Campo
Após disputa judicial por 30 anos, Pederneiras reabre passagem de nível na área central
há 11 horas atrás

Após disputa judicial por 30 anos, Pederneiras reabre passagem de nível na área central

Após disputa judicial por 30 anos, Pederneiras reabre passagem de nível na área central