Logo Portal Ternura
24/05 - IBITINGA-SP
° °

Parada há 4 anos, obra de UBS de Matão acumula sujeira e gera reclamações de moradores

Secretaria de Obras diz que a empresa abandonou o serviço e a prefeitura teve que rescindiu contrato. Ministério da Saúde diz que a prefeitura terá que devolver R$ 409,6 mil.


Parada há 4 anos, a obra de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de Matão (SP) está gerando reclamações de moradores do bairro São Judas Tadeu. O lugar está abandonado e cheio de sujeira.

A Secretaria de Obras informou que a empresa responsável abandonou o serviço e a prefeitura teve que rescindiu contrato. Informou que está tentando recursos para finalizar a obra.

Com o atraso da construção, o Ministério da Saúde informou que a prefeitura terá que devolver R$ 409,6 mil, com correção monetária. (veja abaixo os posicionamentos).

Obra de UBS está abandonada em Matão — Foto: Reprodução/EPTV
Obra de UBS está abandonada em Matão — Foto: Reprodução/EPTV

 

Sujeira

 

O local inacabado acumula sujeira, como fezes de animais e colchões velhos, além de ser alvo de vandalismo com paredes pichadas.

“Eu estou esperando que alguém se toque e tome consciência. Isso não é justo com o dinheiro do povo. Temos os nossos direitos e isso aqui ia servir para saúde das pessoas. Está jogado com muita porquice e sujeira”, afirmou a dona de casa Maria Nascimento.

Obra de UBS está abandonada em Matão — Foto: Reprodução/EPTV
Obra de UBS está abandonada em Matão — Foto: Reprodução/EPTV

 

O que diz a prefeitura

 

Segundo a Secretaria de Obras, a empresa responsável abandonou o serviço e a prefeitura teve que rescindir o contrato. Informou que está tentando recursos para finalizar a obra. Em relação à sujeira, uma equipe vai ao local nesta quinta-feira (25) fazer a limpeza.

 

O que diz o Ministério da Saúde

 

Em nota, o Ministério da Saúde informou que a proposta de UBS foi cancelada e a prefeitura terá que devolver R$ 409,6 mil que foram repassados.

“A terceira e última parcela, no valor de R$ 102,4 mil, equivalente a 20% do valor total aprovado, não foi paga em razão do atraso na obra. Por esse motivo, a proposta foi cancelada no dia 14/01/2019. Após a publicação da portaria de cancelamento, a gestão local deverá devolver os recursos repassados, com a devida correção monetária, ao Fundo Nacional de Saúde”, informou no comunicado.

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Homem é encontrado morto dentro de carro em São Carlos
há 1 hora atrás

Homem é encontrado morto dentro de carro em São Carlos

Homem é encontrado morto dentro de carro em São Carlos
Sebrae-SP realiza cerimônia de premiação da etapa paulista do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor
há 2 horas atrás

Sebrae-SP realiza cerimônia de premiação da etapa paulista do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Sebrae-SP realiza cerimônia de premiação da etapa paulista do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor
CPI apura irregularidades em obra da Furp e visita fábrica de remédios em Américo Brasiliense
há 2 horas atrás

CPI apura irregularidades em obra da Furp e visita fábrica de remédios em Américo Brasiliense

CPI apura irregularidades em obra da Furp e visita fábrica de remédios em Américo Brasiliense
Policiais apreendem drogas e dinheiro em bar na cidade de Itápolis, SP
há 3 horas atrás

Policiais apreendem drogas e dinheiro em bar na cidade de Itápolis, SP

Policiais apreendem drogas e dinheiro em bar na cidade de Itápolis, SP
Coopercitrus inaugura primeira unidade no estado de Goiás
há 3 horas atrás

Coopercitrus inaugura primeira unidade no estado de Goiás

Coopercitrus inaugura primeira unidade no estado de Goiás