Logo Portal Ternura
22/08 - IBITINGA-SP
° °

Polícia nega falta de atendimento em tentativa de estupro e roubo

Estudantes afirmam que chamaram viatura, mas não foram atendidas. Homem que abordou as jovens foi preso por assassinato 1 dia depois.


A Polícia Militar de Araraquara (SP) se manifestou na manhã desta quarta-feira (5) sobre a tentativa de estupro e roubo envolvendo duas estudantes da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

As jovens foram abordadas na madrugada de quinta-feira (29) pelo mesmo homem suspeito de matar uma mulher no Jardim Botânico da cidade e dizem que solicitaram uma viatura, mas não tiveram retorno. A PM, porém, nega a falta de apoio.

Segundo o capitão Ricardo Domingos Júnior, às 3h43 de quinta-feira a corporação recebeu a ligação de uma mulher solicitando ajuda.

No telefonema, a moradora informou que um homem moreno e com barba teria abordado ela e sua amiga com uma faca e tentado abusá-las no cruzamento da Avenida Feijó com a Rua Comendador Pedro Morganti.

Mulher é encontrada morta em Araraquara (Foto: Pamela Cadamuro/Tribuna)
Mulher foi encontrada morta em parque de
Araraquara (Foto: Pamela Cadamuro/Tribuna)

Domingos afirma que, naquele momento, havia uma viatura patrulhando a região central e dois minutos depois da ligação, às 3h45, a equipe chegou ao local indicado, mas não encontrou as vítimas.

"Os policiais ainda realizaram patrulhamento durante 22 minutos e não localizaram ninguém", disse.

O capitão contou que, nesses casos, a PM entra em contato com a pessoa que fez a solicitação, mas a estudante não deixou telefone de contato quando ligou para o 190

Entenda o caso
O homem de 38 anos preso suspeito de assassinar uma mulher no Jardim Botânico de Araraquara (SP) havia tentado roubar e estuprar estudantes da Universidade Estadual Paulista (Unesp) no dia anterior.

As vítimas reconheceram o indivíduo após verem fotos dele relacionadas ao crime no parque. Elas contaram ao G1 que foram abordadas na Rua Onze, por volta das 3h30 de quinta-feira (29), que a Polícia Militar não compareceu quando acionada e que desde então se sentem inseguras.

“Não consigo nem olhar a foto dele ou pensar no absurdo que ele fez. Não estou saindo na rua sozinha e nem a minha amiga”, disse uma das jovens, que, como a amiga, pediu para não ser identificada.

Não estou saindo na rua sozinha
e nem a minha amiga"

Estudante

Procurada, a Polícia Militar ainda não se pronunciou sobre o caso.

Crime
As estudantes contaram que haviam saído da casa de alguns amigos e voltavam para sua residência quando um homem se aproximou em uma bicicleta, com uma arma cortante na mão.

“Logo que viramos a rua, ele nos abordou por trás. Pegou no braço da minha amiga e então começamos a gritar. Ele mandou ficarmos quietas com um negócio cortante na mão. Depois, ele nos encostou na parede e mandou abaixarmos e ficarmos quietas, senão iria matar as duas”, disse uma das jovens.

Segundo a estudante, o homem perguntou se elas estavam com algo de valor e começou a abrir o zíper da calça. “Minha amiga conseguiu levantar e empurrar o cara, ela correu para um lado para pedir ajuda e eu fui no sentido de casa. Ele subiu atrás de mim e falava para não correr e não gritar, falando que ia me matar, me empurrou e me agrediu diversas vezes na cabeça”.

Polícia
As moças afirmam que chamaram a Polícia Militar, mas nenhuma viatura foi enviada para o local e criticam a falta de apoio. “Chamamos a polícia e eles falaram que estavam indo até o local realizar uma ronda, mas estou esperando até agora”.

Horas depois do crime, as jovens foram à Polícia Civil e o caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade. "Ele tentou roubar, estava com uma faca, ele ameaçou, queria roubar e depois ele tentou abusar, mas ele não conseguiu", relembrou a delegada Meirilene de Castro.

Ela também confirmou que o indivíduo apontado pelas alunas é o mesmo que foi preso pelo assassinato no Jardim Botânico e contou que o homem fugiu ao ver que um rapaz se aproximava.

"Segundo elas, uma pessoa desconhecida, um rapaz passou por lá e chamou a atenção dele e ele estava agredindo uma das meninas, e ele teria saído, ele teria se evadido".

Assassinato no Jardim Botânico
Uma mulher de 56 anos foi encontrada morta na tarde de sexta-feira (30) no bosque do Jardim Botânico. O corpo foi encontrado por volta das 15h30 por um idoso de 65 anos que passava pelo local. Segundo a polícia, ele estava levando ração para os gatos que moram no parque e, quando percebeu que os animais não se aproximavam, caminhou pelas árvores e se deparou com a mulher.

De acordo com a polícia, a vítima estava nua, amarrada e sem os olhos, tinha furos nos braços e parte da testa estava cortada.

Prisão
Horas após o crime, um homem foi preso em um apartamento no Jardim Dom Pedro, próximo ao bosque. A polícia informou que o indivíduo tem esquizofrenia e havia sido internado no hospital psiquiátrico Cairbar Schutel no dia 22 por cumprimento de ordem judicial, mas acabou fugindo na manhã de domingo (25).

Ainda segundo os policiais, ele já tinha roubado uma bicicleta na mesma semana, tendo sido liberado por conta das determinações do período eleitoral, e responde processos por tráfico de drogas, desacato e homicídio.

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Município de Borborema adere ao Programa de Parcerias Municipais do Governo do Estado
há 2 horas atrás

Município de Borborema adere ao Programa de Parcerias Municipais do Governo do Estado

Município de Borborema adere ao Programa de Parcerias Municipais do Governo do Estado
Carro capota na Tirso Micali na manhã desta quinta-feira
há 6 horas atrás

Carro capota na Tirso Micali na manhã desta quinta-feira

Carro capota em Taquaritinga na manhã desta quinta-feira
Micro e pequenas indústrias do interior de SP têm desempenho melhor do que as da grande SP
há 8 horas atrás

Micro e pequenas indústrias do interior de SP têm desempenho melhor do que as da grande SP

Micro e pequenas indústrias do interior de SP têm desempenho melhor do que as da grande SP
Incêndio atinge agência bancária e explosão assusta clientes em Guaiçara
há 10 horas atrás

Incêndio atinge agência bancária e explosão assusta clientes em Guaiçara

Incêndio atinge agência bancária e explosão assusta clientes em Guaiçara
Bombeiros levam oito horas para controlar incêndio em mata de Lençóis Paulista
há 1 dia atrás

Bombeiros levam oito horas para controlar incêndio em mata de Lençóis Paulista

Bombeiros levam oito horas para controlar incêndio em mata de Lençóis Paulista