Logo Portal Ternura
07/08 - IBITINGA-SP
° °

Polícia prende quatro em Bauru por produzir e vender drogas em ‘bairro nobre’

Dois dos suspeitos eram donos de uma tabacaria na avenida Getúlio Vargas. Em apartamento da zona sul, policiais acharam até uma espécie de estufa para cultivo de maconha “especial”.


Uma operação da Polícia Civil de Bauru (SP) prendeu nesta sexta-feira (28) quatro homens suspeitos de fabricar e comercializar drogas entre jovens de classe média-alta da cidade. Dois deles eram donos de uma tabacaria na avenida Getúlio Vargas, local considerado nobre e que, segundo as investigações, era utilizado como ponto de negociação das drogas.

Policiais da Dise (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes) cumpriram cinco mandados de busca e apreensão. Nas diligências realizadas na tabacaria, em dois apartamentos da zona sul de Bauru, em uma casa no Altos da Cidade e em uma chácara, os agentes encontraram maconha, drogas sintéticas (ecstasy e LSD), balança de precisão e dinheiro.

Operação apreendeu maconha, pés da planta, drogas sintéticas (ecstasy e LSD), balanças e dinheiro (Foto: Divulgação / Dise-Bauru)
Operação apreendeu maconha, pés da planta, drogas sintéticas (ecstasy e LSD), balanças e dinheiro (Foto: Divulgação / Dise-Bauru)

 

Em um dos apartamentos, também foram encontrados, além de dois pés de maconha, condições e equipamentos especiais para o cultivo da planta. Segundo o delegado Luís Augusto Puccinelli, uma espécie de estufa garantia uma droga “mais forte” e com maior valor de mercado.

 

“Parte da droga eles produziam dentro de um dos apartamentos na zona sul. Foi lá que encontramos os pés de maconha cultivados de forma controlada, em condições especiais de iluminação, temperatura e de irrigação, o que garantia a produção da droga com maior índice de THC [princípio ativo da maconha]. Por ser mais forte, essa maconha era comercializada entre os jovens de maior poder aquisitivo”, explica o delegado.

 

As investigações da Dise duraram dois meses e tiveram início a partir de denúncias anônimas feitas por vizinhos da tabacaria, que começaram a sentir um forte cheiro de maconha, principalmente à noite. Os quatro homens, com idades de 28, 29, 31 e 41 anos, foram presos em flagrante e vão responder por tráfico e associação ao tráfico.


Em um dos apartamentos, policiais encontaram espécie de "estufa" para cultivo controlado da maconha (Foto: Divulgação / Dise-Bauru)

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Revitalização de mirante é entregue em Santa Rita do Passa Quatro
há 5 horas atrás

Revitalização de mirante é entregue em Santa Rita do Passa Quatro

Revitalização de mirante é entregue em Santa Rita do Passa Quatro
Divisão de Desenvolvimento Econômico de Borborema realiza mapeamento de pequenos produtores rurais
há 5 horas atrás

Divisão de Desenvolvimento Econômico de Borborema realiza mapeamento de pequenos produtores rurais

Divisão de Desenvolvimento Econômico de Borborema realiza mapeamento de pequenos produtores rurais
Nova viatura da Guarda Municipal de Borborema entra em operação
há 5 horas atrás

Nova viatura da Guarda Municipal de Borborema entra em operação

Nova viatura da Guarda Municipal de Borborema entra em operação
TSE cassa mandatos do prefeito e vice de Lins e determina eleições indiretas
há 5 horas atrás

TSE cassa mandatos do prefeito e vice de Lins e determina eleições indiretas

TSE cassa mandatos do prefeito e vice de Lins e determina eleições indiretas
Prefeitura divulga resultados de censo socioeconômico e desemprego preocupa em Bauru
há 6 horas atrás

Prefeitura divulga resultados de censo socioeconômico e desemprego preocupa em Bauru

Prefeitura divulga resultados de censo socioeconômico e desemprego preocupa em Bauru