Logo Portal Ternura
21/02 - IBITINGA-SP
° °

Rapaz acusado de matar tio atropelado em 2015 é condenado a 12 anos de prisão

Júri foi realizado nesta quinta-feira (13) em Bauru (SP) e réu não tem direito de recorrer. Yago Breno Cândido já estava preso por atropelar outro tio em 2019.



Duas testemunhas foram ouvidas antes do réu entrar na sala do Fórum de Bauru — Foto: TV TEM/ Reprodução
 

O rapaz acusado de atropelar e matar o tio em 2015 foi condenado a 12 anos de prisão após 9 horas de julgamento, que ocorreu nesta quinta-feira (13) em Bauru (SP).

O réu Yago Breno Cândido não terá direito de recorrer. Ele já tinha sido condenado pelo crime em março de 2019, mas a defesa recorreu e conseguiu anular a sentença. Ele estava aguardando em liberdade um novo julgamento, mas em agosto do ano passado, atropelou outro tio após uma discussão. Por conta desse acidente, Yago foi preso.

A sessão teve início às 9h30, foi suspensa ao meio-dia para horário de almoço e retornou, encerrando às 18h. De acordo com o júri, ele será encaminhado para algum presídio da região

O júri foi formado por 5 homens e 2 mulheres. Durante a manhã, duas testemunhas foram ouvidas sem a presença do réu na sala do Tribunal do Júri.

À TV TEM, a irmã da vítima agredida em 2019 e tia do réu conta em entrevista que se sente aliviada.

"Sentimos que a justiça foi feita. O que ele fez com o meu irmão é um absurdo. Não tinha porque dar tanto golpe na cabeça dele. Agora ele deve pagar", conta.
 

Atropelamentos
 

Em julho de 2015, Yago matou o tio após uma discussão. Ele passou por cima da vítima com o carro e fugiu em seguida. O resgate do Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou a ir ao local, mas a vítima já estava sem vida.

Já em 2019, o jovem atropelou outro tio. De acordo com a polícia, suspeita é de que briga teria sido motivada por um problema familiar. Yago estava com o pai no carro quando atropelou o tio.

Após atropelamento, mesmo com o homem no chão, uma pessoa desce do carro e agride a vítima com chutes, além de trocar socos com um morador que saiu da residência próxima ao local do atropelamento.

Neste caso, a vítima foi socorrida para o pronto-socorro e ficou internada por cinco dias na UTI, sendo liberada em seguida após se recuperar.

Yago e o pai estão presos por esse crime e respondem ao processo de tentativa de homicídio que ainda está em andamento.

 

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Corpo de Bombeiros resgata capivara dentro de túnel em São Carlos
há 21 horas atrás

Corpo de Bombeiros resgata capivara dentro de túnel em São Carlos

Corpo de Bombeiros resgata capivara dentro de túnel em São Carlos
Criminoso morre após roubar carro em Taquaritinga e sofrer acidente
há 23 horas atrás

Criminoso morre após roubar carro em Taquaritinga e sofrer acidente

Criminoso morre após roubar carro em Taquaritinga e sofrer acidente
Febre maculosa mata menino de 8 anos de idade em Ipaussu
há 23 horas atrás

Febre maculosa mata menino de 8 anos de idade em Ipaussu

Febre maculosa mata menino de 8 anos de idade em Ipaussu
Bariri: Ciclista é atropelado por carro em estrada rural
há 23 horas atrás

Bariri: Ciclista é atropelado por carro em estrada rural

Bariri: Ciclista é atropelado por carro em estrada rural
Polícia conclui que empresário puxou o gatilho contra Chiquinho Campaner
há 23 horas atrás

Polícia conclui que empresário puxou o gatilho contra Chiquinho Campaner

Polícia conclui que empresário puxou o gatilho contra Chiquinho Campaner